Você está em: Home NACIONAL Com polêmicas, Corinthians bate Palmeiras nos pênaltis e é campeão

 
Foi da maneira que o torcedor corintiano está acostumado, com sofrimento e emoção até o fim. Mas os alvinegros podem comemorar e soltar o grito de bicampeão paulista. Neste domingo, em pleno Allianz Parque, o time do técnico Fábio Carille derrotou o arquirrival diante da sua torcida por 1 a 0, com gol de Rodriguinho, no tempo normal e ainda teve de superar os alviverdes na decisão por pênaltis por 4 a 3.
No primeiro duelo da série, no último domingo, na Arena Corinthians, o Palmeiras havia vencido por 1 a 0, com gol de Borja. Por isso, os alvinegros precisavam ganhar por dois gols de vantagem. Com 1 a 0 alvinegro, o título foi definido na cobrança de pênaltis, onde Dudu e Lucas Lima pararam nas mãos de Cássio. Danilo, Romero, Lucca e Maycon converteram suas finalizações, e só Fágner perdeu pelo time alvinegro. Foi o 29º título estadual do Corinthians.
Essa foi a primeira final entre as duas equipes nos últimos 19 anos. E, como não poderia deixar de ser, houve muita polêmica e suspense durante o jogo. Além do placar aberto logo nos primeiros instantes, com Rodriguinho, o jogo teve gol anulado do Palmeiras - de Willian, por impedimento - e um pênalti que foi marcado e depois cancelado pelo árbitro Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza, que foi bastante xingado pela torcida. A partida ficou parada por cerca de sete minutos e até polícia entrou no gramado para tentar evitar mais tumulto.
UOL
Caderno: NACIONAL
Obs.: Os comentários abaixo postados, não refletem as opiniões do Ipu Notícias
Comentários
0 Comentários

0 comentários

Faça seu Comentário

Todos os comentários são lidos e moderados previamente
São publicados aqueles que respeitam as regras abaixo:

- Seu comentário precisa ter relação com o assunto da matéria
- Não serão aceitos comentários difamatórios
- Em hipótese alguma faça propaganda de outros sites ou blogs

OBS.: Comentários dos leitores não refletem as opiniões do IN

2010 - Portal Ipu Notícias . Todos os Direitos Reservado. - Desenvolvido por Fagner Freire