Você está em: Home NACIONAL MTST invade tríplex no Guarujá atribuído a Lula

Resultado de imagem para MTST invade tríplex no Guarujá atribuído a Lula
 
Integrantes do MTST (Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto) e da Frente Povo Sem Medo invadiram, na manhã desta segunda-feira (16), o apartamento tríplex no Guarujá (litoral de São Paulo) que levou à condenação e à prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).
A Polícia Militar foi notificada da ação às 8h58 e estava no local. A ocupação foi classificada pela PM como "manifestação do MTST" de caráter pacífico. A Prefeitura do Guarujá informou que a PM negocia a desocupação com os manifestantes no local.
Os manifestantes colocaram uma grande faixa do movimento na varanda do tríplex, que é virada para a fachada no prédio. Um grupo de militantes também de aglomerou na rua em frente ao edifício, que fica em frente para a praia de Astúrias, gritando palavras de ordem.
O anúncio da ocupação foi feito pelo coordenador nacional do MTST, Guilherme Boulos, pré-candidato à Presidência pelo PSOL, por meio das suas redes sociais. "Se é do Lula, o povo poderá ficar. Se não é, por que então ele está preso?", disse em postagem do Twitter.
Ao UOL, Boulos afirmou que cerca de 250 pessoas participam da ação desde as 8h e que elas permanecerão no local por tempo indeterminado. Segundo o jornal "Folha de S. Paulo", são cerca de cem manifestantes, informação confirmada pela Prefeitura do Guarujá.
UOL
Caderno: NACIONAL
Obs.: Os comentários abaixo postados, não refletem as opiniões do Ipu Notícias
Comentários
0 Comentários

0 comentários

Faça seu Comentário

Todos os comentários são lidos e moderados previamente
São publicados aqueles que respeitam as regras abaixo:

- Seu comentário precisa ter relação com o assunto da matéria
- Não serão aceitos comentários difamatórios
- Em hipótese alguma faça propaganda de outros sites ou blogs

OBS.: Comentários dos leitores não refletem as opiniões do IN

2010 - Portal Ipu Notícias . Todos os Direitos Reservado. - Desenvolvido por Fagner Freire