Você está em: NACIONAL // Notícia de Anselmo Bandeira // 5 de novembro de 2018


Uma família morreu após a queda de uma aeronave particular no fim da manhã deste domingo (4) em Patos de Minas, no Alto Paranaíba.

Segundo as informações da Defesa Civil, o acidente aconteceu próximo ao Aeroporto Municipal e não houve sobreviventes. A aeronáutica, perícia e Polícia Civil estiveram no local.

Equipes do Corpo de Bombeiros confirmaram cinco mortes. Inicialmente a informação era de quatro pessoas, mas devido ao estado da fuselagem do avião e das bagagens, a última vítima foi encontrada depois.

Os militares confirmaram ainda que são dois adultos, sendo o médico Marcos Nogueira Chagas, 45 anos e médica Carla Giannine Pereira Medina, 44 anos, além de três menores de idade, aparentando ter entre 10 e 16 anos. Foi dito ainda que a aeronave saiu de Brasília com destinho a Varginha, no Sul de Minas.

O piloto Edvar Marques da Costa estava no aeroporto na hora da queda. Ele informou ao MG1 que percebeu que a aeronave sobrevoava rápido e baixo. “A situação parecia de pânico. Vi a aeronave cruzando o aeródromo, acho que ele fez de tudo para retornar a pista. Pensei que ele iria contornar para pousar. Então ouvi o barulho da queda, infelizmente”, contou.

Os corpos foram levados para o Instituto Médico Legal (IML) de Patos de Minas. Pertences das vítimas foram recolhidos pela perícia. Peritos informaram que familiares de Varginha estão seguindo para Patos de Minas para reconhecer os corpos e que não foram encontrados documentos das crianças.

Investigação

Equipes da Polícia Civil estiveram no local e auxiliaram nos trabalhos da perícia no resgate aos corpos. Ao G1, o Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa) esclareceu que equipes foram enviadas ao local para realizar a ação inicial envolvendo a aeronave.

Esta ação é o começo do processo de investigação e possui o objetivo de coletar dados como fotografar cenas, retirar partes da aeronave para análise, reunir documentos e ouvir relatos de pessoas que possam ter observado a sequência de eventos.
Aeronave regularizada

Pelo site da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) a reportagem confirmou que a aeronave de matrícula PR-ZMZ tinha a situação de aeronavegabilidade normal. Ela é da fabricante Flyer Industria Aeronáutica Ltda e foi feita em 2013.
A categoria é experimental e está no nome de Marcos Nogueira Chagas. Contudo, os nomes das vítimas ainda não foram confirmados.

G1
Caderno: NACIONAL
Obs.: Os comentários abaixo postados, não refletem as opiniões do Ipu Notícias
Comentários
0 Comentários

0 comentários

Faça seu Comentário

Todos os comentários são lidos e moderados previamente
São publicados aqueles que respeitam as regras abaixo:

- Seu comentário precisa ter relação com o assunto da matéria
- Não serão aceitos comentários difamatórios
- Em hipótese alguma faça propaganda de outros sites ou blogs

OBS.: Comentários dos leitores não refletem as opiniões do IN

2010 - Portal Ipu Notícias . Todos os Direitos Reservado. - Desenvolvido por Fagner Freire