Você está em: NACIONAL // Notícia de Anselmo Bandeira // 3 de novembro de 2018


O Grammy Latino 2018 traz uma categoria que envolve um dos gêneros musicais mais fortes da atualidade no Brasil, o sertanejo. Em meio a uma disputa entre nomes históricos da música, como o da dupla Zezé Di Camargo e Luciano, a cantora de forró Solange Almeida foi indicada com o primeiro álbum da carreira solo.

Sob críticas por não ser genuinamente sertaneja, Sol diz que está indo representar o País. Com residência no Ceará, a forrozeira viaja no dia 12 de novembro a Las Vegas para acompanhar o evento. A vocalista levará no corpo um vestido do estilista piauiense, radicado no Ceará, Ivonildo Nunes.

"No Grammy não existe a categoria forró. Para que o meu álbum pudesse concorrer foi necessário encaixar em alguma das categorias que existia. O sertanejo foi o que a Academia considerou, apesar de levar uma pitada de pop, romantismo e até reggae. Esse repertório tem um pouco de tudo. Eu quis mostrar como posso cantar outros gêneros musicais", explica Solange.

As Galvão, Naiara Azevedo, Fernando e Sorocaba, Michel Teló, Chitãozinho e Xororó e Zezé Di Camargo e Luciano são os concorrentes de Solange Almeida na disputa. A forrozeira afirma ter analisado cada uma das produções indicadas.

"São concorrentes fortíssimos. Tenho maior carinho por todos. Acho que qualquer um que ganhar será merecido. Não descarto a possibilidade de trazer esse troféu para Fortaleza. Estou na torcida com meus fãs", ressalta Sol.

Na cerimônia de premiação, a forrozeira irá acompanhada do esposo e de quatro casais de amigos. Segundo ela, houve vários procedimentos solicitados pela direção do Grammy. "Eles mandaram vários e-mails. Falei com todos os produtores. Existe uma certa burocracia. Tive de pagar algumas taxas que todos os convidados pagaram. Viajo dia 12 de novembro. Volto dia 16, pois no dia seguinte tenho show em Aracati".

Indicações

No Grammy Latino, mais de 100 profissionais da indústria da música realizam a validação dos candidatos para serem indicados. Questionada sobre se indicaria alguém, Solange aponta um dos nomes femininos que mais luta pelo sertanejo. "Eu não indicaria ninguém do novo sertanejo, mas uma precursora. Roberta Miranda fez um trabalho bonito esse ano. Infelizmente, não foi indicada. Ela é incrível e ousada. Não sei as motivações que não colocaram ela na disputa".

No ano passado, Roberta Miranda completou 30 anos de carreira e escolheu uma data simbólica para a gravação de DVD: o Dia Internacional da Mulher. A sertaneja reuniu Simone e Simaria, Maiara e Maraisa e Day e Lara, Solange Almeida, Marília Mendonça e Naiara Azevedo na produção.

Diário do Nordeste
Caderno: NACIONAL
Obs.: Os comentários abaixo postados, não refletem as opiniões do Ipu Notícias
Comentários
0 Comentários

0 comentários

Faça seu Comentário

Todos os comentários são lidos e moderados previamente
São publicados aqueles que respeitam as regras abaixo:

- Seu comentário precisa ter relação com o assunto da matéria
- Não serão aceitos comentários difamatórios
- Em hipótese alguma faça propaganda de outros sites ou blogs

OBS.: Comentários dos leitores não refletem as opiniões do IN

2010 - Portal Ipu Notícias . Todos os Direitos Reservado. - Desenvolvido por Fagner Freire