Você está em: CEARA // Notícia de Fagner Freire // 21 de novembro de 2018


Um vereador da Câmara Municipal de Quixadá foi afastado do cargo por suspeita de corrupção passiva em operação realizada nesta terça-feira (20) pelo Ministério Público do Ceará e a Polícia Civil. 

A decisão é do juiz Adriano Ribeiro Furtado Barbosa após denúncia recebida pelo MPCE de uma ex-assessora do vereador Gutemberg Queiroz Pelegrine Filho e determina o afastamento de 180 dias do parlamentar, além da quebra do sigilo bancário. 

Na denúncia relatada para o promotor de Justiça da comarca de Quixadá Marcelo Cochrane, a ex-funcionária afirmava que foi nomeada para o cargo com a condição de repassar mensalmente parte da remuneração ao parlamentar para permanecer no cargo comissionado. 

O MPCE informou que a denúncia foi apresentada em gravação de áudio que é possível confirmar a solicitação de vantagem indevida por parte do vereador ao questionar a denunciante quanto seria sua parte e ao dizer que o valor estaria incompleto. 

O G1 entrou em contato com a câmara e a secretaria informou que o expediente havia terminado ao meio-dia. As informações sobre o caso só serão repassadas pela câmara na manhã de quarta-feira (21). 


(G1)
Caderno: CEARA
Obs.: Os comentários abaixo postados, não refletem as opiniões do Ipu Notícias
Comentários
0 Comentários

0 comentários

Faça seu Comentário

Todos os comentários são lidos e moderados previamente
São publicados aqueles que respeitam as regras abaixo:

- Seu comentário precisa ter relação com o assunto da matéria
- Não serão aceitos comentários difamatórios
- Em hipótese alguma faça propaganda de outros sites ou blogs

OBS.: Comentários dos leitores não refletem as opiniões do IN

2010 - Portal Ipu Notícias . Todos os Direitos Reservado. - Desenvolvido por Fagner Freire