Você está em: NACIONAL // Notícia de Anselmo // 31 de outubro de 2019


Um funcionário da Casa Branca que ouviu a conversa telefônica entre líderes dos Estados Unidos (EUA) e da Ucrânia testemunhou que ficou preocupado com as declarações do presidente Donald Trump.
O tenente-coronel Alexander Vindman é membro do Conselho de Segurança Nacional do presidente americano. Ele é o primeiro funcionário da Casa Branca a testemunhar na investigação de impeachment.
Trump é acusado de pedir ao presidente ucraniano, Volodymyr Zelenskyy, que investigasse seu rival político, o democrata e ex-vice-presidente Joe Biden. O presidente americano alega que o filho de Biden fez uso do cargo de seu pai para obter enormes lucros de uma companhia de gás da Ucrânia.
Na opinião de Vindman, não seria correto exigir que um governo estrangeiro investigasse um cidadão americano. Ele disse que relatou o caso a um advogado da Casa Branca.
Nesta semana, a Câmara dos Representantes deve votar uma resolução sobre procedimentos quanto ao possível impeachment de Donald Trump.
O testemunho de Alexander Vindman pode se tornar um sério revés para o governo de Trump.
NHK *Emissora pública de televisão do Japão/Agência Brasil
Caderno: NACIONAL
Obs.: Os comentários abaixo postados, não refletem as opiniões do Ipu Notícias
Comentários
0 Comentários

0 comentários

Faça seu Comentário

Todos os comentários são lidos e moderados previamente
São publicados aqueles que respeitam as regras abaixo:

- Seu comentário precisa ter relação com o assunto da matéria
- Não serão aceitos comentários difamatórios
- Em hipótese alguma faça propaganda de outros sites ou blogs

OBS.: Comentários dos leitores não refletem as opiniões do IN

2010 - Portal Ipu Notícias . Todos os Direitos Reservado. - Desenvolvido por Fagner Freire