Você está em: CEARA // Notícia de Anselmo // 25 de outubro de 2019

 
 
O presidente da Assembleia Legislativa do Ceará, deputado José Sarto (PDT) confirmou que dará sequência, após parecer positivo da Procuradoria da Casa, à instalação da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) dos Diplomas, sugerida pelo deputado Elmano Freitas (PT). “Como é natural que, se a Procuradoria deu o parecer pela instalação, o encaminhamento normal é que a mesa delibere e é prerrogativa do presidente e eu vou compartilhar a ideia com os deputados”, adiantou.
Sarto vê com bons olhos a CPI, a primeira desta legislação na Casa. “Antigamente a gente ouvia dizer, aqui e acolá, que alguém tinha usado um diploma falso, hoje me parece que está acontecendo em uma escala bem maior. Importante que a Assembleia, em tendo a prerrogativa legal, investigar”, afirmou ao Blog do Edison Silva.
Segundo o presidente, além da documentação apresentada como prova pelo deputado Elmano, várias outras denúncias chegaram ao seu conhecimento recentemente, sobre tentativas de burlar o sistema de educação superior no Ceará. “Me parece que não são poucos (casos no Ceará). Então, eu acho que a razão é bem contundente. Eu acho que é importante (a instalação da CPI), até porque o Ceará tem se notabilizado pela educação, primeiro pela qualidade do ensino fundamental, agora ensino médio, ensino profissionalizante. Está tudo dentro de uma lógica, dentro de uma mentalidade de ensino”, concluiu.
Blog do Edison Silva
Caderno: CEARA
Obs.: Os comentários abaixo postados, não refletem as opiniões do Ipu Notícias
Comentários
0 Comentários

0 comentários

Faça seu Comentário

Todos os comentários são lidos e moderados previamente
São publicados aqueles que respeitam as regras abaixo:

- Seu comentário precisa ter relação com o assunto da matéria
- Não serão aceitos comentários difamatórios
- Em hipótese alguma faça propaganda de outros sites ou blogs

OBS.: Comentários dos leitores não refletem as opiniões do IN

2010 - Portal Ipu Notícias . Todos os Direitos Reservado. - Desenvolvido por Fagner Freire