Você está em: CIDADE , IPU , PRINCIPAL // Notícia de Fagner Freire // 14 de fevereiro de 2020


O Comitê de Bacia Hidrográfica (CBH) do Acaraú – com o apoio das secretarias estaduais do Meio Ambiente (Sema), dos Recursos Hídricos (SRH) e da Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh) – lançou em Ipu o projeto “Preservação de Nascentes da Bacia do Acaraú”. 

O evento aconteceu na manhã desta sexta-feira (14/02), na Sede da unidade de conservação (UC) estadual, APA da Bica do Ipu e contou com as presenças do chefe de gabinete Tião Rufino (representando o prefeito); da gestora da APA da Bica do Ipu, Tatianna Ângelo; do diretor presidente da Cogerh, João Lúcio Farias; do presidente do CBH do Acaraú, José Maria Gomes Vasconcelos, do Tenente Pessoa, comandante da 3ª Cia da BPMA; além de represantes da família Campos Ferro, proprietárias do sítio São Paulo e de autoridades do município e convidados.    

O Projeto visa beneficiar diretamente a maior cachoeira da Serra da Ibiapaba, e durante um ano, foram feitos estudos pela Secretaria do Meio Ambiente (Sema) e Cogerh para operacionar a intervenção. Os recursos financeiros para a elaboração dos Planos são oriundos do Proágua Nacional, coordenado pela Agência Nacional de Águas (ANA).

Para o diretor presidente da Cogerh, João Lúcio Farias, não se faz gestão de bacia, sem pensar na gerenciamento ambiental. "Esse trabalho deverá ser uma parceria com setor de Meio Ambiente, com a Sema e Semace. Vamos estender esse trabalho para todas as nascentes do Rio Acaraú e para outras bacias hidrográficas. Não se faz gestão de bacias, gestão de águas, sem pensar também na gestão ambiental, então essa integração ela é fundamental" disse.

A gestora da APA da Bica do Ipu, Tatianna Ângelo, representando o secretário de meio Ambiente Artur Bruno, disse está muito feliz em está iniciando um projeto tão importante. "Início de um grande projeto de preservação de nascentes, que não somente aqui na Unidade de Conservação, mais em outras áreas e em outros municípios ao longo da Bacia do Rio Acaraú que é tão importante" disse.


O presidente do Comitê da Bacia Hidrográfica do Acaraú, José Maria Gomes Vasconcelos, enalteceu a família Campos Ferro, proprietária do terreno onde está a principal nascente do Riacho Ipuçaba, que se propôs em abraçar a causa. "Vivemos num mundo econômico onde a individualidade, de uma certa forma vem se prevalecer. E essa família se propos a fazer esse ato, onde os três membros da família assinaram a autorização para fazer intervenção no terreno onde existe a nascente." disse.
Galeria de fotos 

Lançamento de projeto para preservação das nascentes da Bica

Sobre o Riacho Ipuçaba 

É um pequeno rio que desemboca no rio Jatobá, no sertão cearense, o "Ipuçaba" será o primeiro a receber o projeto. A primeira intervenção será feita em uma propriedade particular, na nascente do Sítio São Paulo, na Serra da Ibiapaba.

O riacho pertence à bacia hidrográfica do rio Acaraú e forma diversas cachoeiras ao longo de seu trajeto. A principal delas é a Bica do Ipu, queda d'água de 130 metros e um dos principais atrativos da Região Norte.





Obs.: Os comentários abaixo postados, não refletem as opiniões do Ipu Notícias
Comentários
0 Comentários

0 comentários

Faça seu Comentário

Todos os comentários são lidos e moderados previamente
São publicados aqueles que respeitam as regras abaixo:

- Seu comentário precisa ter relação com o assunto da matéria
- Não serão aceitos comentários difamatórios
- Em hipótese alguma faça propaganda de outros sites ou blogs

OBS.: Comentários dos leitores não refletem as opiniões do IN

2010 - Portal Ipu Notícias . Todos os Direitos Reservado. - Desenvolvido por Fagner Freire