Você está em: NACIONAL // Notícia de Anselmo // 18 de março de 2020

 
Cientistas e pesquisadores chineses identificaram uma vulnerabilidade do tipo sanguíneo A ao coronavírus. Foram analisados dados de mais de 2 mil pacientes diagnosticados com Covid-19 em Wuhan e Shenzhen.
Segundo o jornal chinês South China Morning Post, pesquisas do Centro para Evidências, do Hospital Zhognan da Universidade de Wuhan, relatam aproximadamente 20% a mais de chances de portadores do grupo A serem infectadas com a doença.
Por outro lado, pessoas com o tipo sanguíneo O parecem mais resistentes ao vírus. Dos 206 pacientes que morreram de Covid-19 em Wuhan, 85 tinham sangue tipo A, que era 63% a mais do que os 52 com tipo O. O padrão existia em diferentes grupos etários e de gênero.
Mesmo os pesquisadores dizendo que a pesquisa era preliminar, eles alertaram ao governo chinês o cuidado redobrado com pessoas do grupo A e que pode ser útil introduzir a triagem do tipo sanguíneo na rotina do gerenciamento aos pacientes.
"As pessoas do grupo sanguíneo A podem precisar de proteção pessoal particularmente reforçada para reduzir a chance de infecção", escreveram os pesquisadores liderados por Wang Xinghuan, do Hospital da Universidade de Wuhan. 
 
UOL
Caderno: NACIONAL
Obs.: Os comentários abaixo postados, não refletem as opiniões do Ipu Notícias
Comentários
0 Comentários

0 comentários

Faça seu Comentário

Todos os comentários são lidos e moderados previamente
São publicados aqueles que respeitam as regras abaixo:

- Seu comentário precisa ter relação com o assunto da matéria
- Não serão aceitos comentários difamatórios
- Em hipótese alguma faça propaganda de outros sites ou blogs

OBS.: Comentários dos leitores não refletem as opiniões do IN

2010 - Portal Ipu Notícias . Todos os Direitos Reservado. - Desenvolvido por Fagner Freire