Você está em: NACIONAL // Notícia de Anselmo // 18 de março de 2020

 
 
Ao menos 5 presídios do Estado de São Paulo registraram rebeliões e fugas nesta segunda-feira (16) logo depois de decisão da CGJ (Corregedoria Geral da Justiça) de suspender a saída temporária de detentos por conta do avanço da epidemia do novo coronavírus. Também foi uma reação à suspensão das visitas aos detentos.
No Centro de Progressão Penitenciária Dr. Rubens Aleixo Sendin, em Mongaguá, no litoral sul de São Paulo, centenas de detentos fugiram. Um vídeo que circula nas redes sociais mostra o momento em que grande quantidade de presos corre pelas ruas.
As autoridades também contabilizam outros pontos de motim: no CPP (Centro de Progressão Penitenciária) de Porto Feliz, CPP de Tremembé, Anexo de Mirandópolis e CR (Centro de Ressocialização) de Sumaré. Todas do regime semiaberto.
Foram feitos reféns durante os motins nas penitenciárias de Sumaré, Mongaguá e Tremembé – nesses 2 últimos, houve também fuga em massa.
A SAP (Secretaria da Administração Penitenciária) não especifica o número de fugitivos. Afirma que as unidades de regime semiaberto, por determinação da legislação brasileira, não possuem vigilância armada.
O controle dos presídios está sendo retomado, segundo as autoridades paulistas. Por enquanto, seguem com problemas mais graves 4 unidades –o Estado de São Paulo tem 176 prisões.
Em entrevista concedida ao canal CNN Brasil nesta segunda-feira, o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), comentou o motim realizado pelos detentos. Ressaltou a preocupação da Justiça de que os reeducandos pudessem trazer a infecção para dentro da unidade depois de retornarem das saídas temporárias.
O TJ-SP (Tribunal de Justiça de São Paulo) informou que “nesse momento de intensas medidas adotadas pelos Poderes constituídos, que restringem aglomerações de pessoas para se evitar a disseminação da doença, o Poder Judiciário considerou a necessidade de alteração da data porque, se agora fosse realizada, depois de cumprida a saída temporária, ao retornarem ao sistema prisional os detentos seriam potenciais transmissores do coronavírus aos demais encarcerados”.
Poder 360
Caderno: NACIONAL
Obs.: Os comentários abaixo postados, não refletem as opiniões do Ipu Notícias
Comentários
0 Comentários

0 comentários

Faça seu Comentário

Todos os comentários são lidos e moderados previamente
São publicados aqueles que respeitam as regras abaixo:

- Seu comentário precisa ter relação com o assunto da matéria
- Não serão aceitos comentários difamatórios
- Em hipótese alguma faça propaganda de outros sites ou blogs

OBS.: Comentários dos leitores não refletem as opiniões do IN

2010 - Portal Ipu Notícias . Todos os Direitos Reservado. - Desenvolvido por Fagner Freire