Você está em: CEARA // Notícia de Fagner Freire // 23 de maio de 2020


Em meio à pandemia do novo coronavírus (Covid-19) e a desaceleração de algumas atividades que impactaram negativamente o planeta, as emissões de dióxido de carbono no ar e a poluição em geral diminuíram, gerando a sensação que a natureza respira melhor nos últimos dias, sem tanta influência do homem. Será que após esse momento, a humanidade se conscientizará sobre a importância da convivência harmoniosa entre seres humanos e natureza? Até alcançarmos uma resposta efetiva, algumas datas chamam atenção para a necessidade de preservar e cuidar do meio ambiente, principalmente em um País que detém a maior quantidade de espécies do mundo.

Entre elas está o Dia Mundial da Biodiversidade, neste 22 de maio. O dia foi instituído pela Organização das Nações Unidas (ONU) em 1992. Em alusão à data, a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Estado do Ceará (SSPDS/CE) apresenta as atividades desenvolvidas pelas forças de segurança pública no combate aos crimes ambientais em território cearense, no âmbito do policiamento ostensivo e de polícia judiciária especializados.

Batalhão de Polícia do Meio Ambiente

Desde 1991, o Estado conta com o Batalhão de Polícia do Meio Ambiente (BPMA) da Polícia Militar do Ceará (PMCE). Com um fardamento camuflado e com viaturas que remetem ao verde presente em boa parte dos nossos biomas, os homens e mulheres do BPMA trabalham por meio de ações preventivas e repressivas às infrações penais previstas na Lei nº 9.605/98 (Lei de Crimes Ambientais), que versa sobre os crimes contra a fauna, flora, ordenamento urbano e o patrimônio cultural, administração ambiental, crimes de poluição e crimes ambientais.

Atualmente, o BPMA é composto por três Companhias (CIAs), que estão sediadas em Fortaleza, Juazeiro do Norte e Sobral. Diuturnamente, as equipes realizam patrulhamentos em áreas de interesse ambiental, como é o caso do Parque Estadual do Cocó, da Área de Proteção Ambiental (APA) de Baturité, de Ipu e de Jericoacoara; além da Serra da Ibiapaba. No Cariri, o BPMA integra ainda as ações de preservação da Floresta Nacional do Araripe (Flona), do Parque Estadual Sítio Fundão e do Parque Ecológico das Timbaúbas.

“O trabalho realizado pela especializada é de fundamental importância para a sociedade cearense. Muitas vezes, de forma discreta e silenciosa, o BPMA atende a diversos órgãos governamentais e não governamentais de proteção ao meio ambiente do Ceará”, cita o tenente-coronel da PMCE Fábio Lessandro, que atualmente comanda o BPMA. “No Dia Internacional da Biodiversidade, em especial, o BPMA tem muitos motivos a comemorar. Mesmo no momento difícil que a humanidade está passando, em razão da pandemia da COVID-19, nós possuímos um efetivo de guerreiros motivados no combate aos crimes ambientais, e contribuindo também com importantes prisões”, disse.



(SSPDS)
Caderno: CEARA
Obs.: Os comentários abaixo postados, não refletem as opiniões do Ipu Notícias
Comentários
0 Comentários

0 comentários

Faça seu Comentário

Todos os comentários são lidos e moderados previamente
São publicados aqueles que respeitam as regras abaixo:

- Seu comentário precisa ter relação com o assunto da matéria
- Não serão aceitos comentários difamatórios
- Em hipótese alguma faça propaganda de outros sites ou blogs

OBS.: Comentários dos leitores não refletem as opiniões do IN

2010 - Portal Ipu Notícias . Todos os Direitos Reservado. - Desenvolvido por Fagner Freire