Você está em: REGIONAL // Notícia de Anselmo // 22 de maio de 2020

 

A Secretaria de Saúde de Santa Quitéria adquiriu sacos para cadáver, que são obrigatoriamente utilizados para armazenar corpos de pessoas que morrem com alguma doença infectocontagiosa, como é o caso do novo coronavírus. A compra se deu após denúncia de uma funerária, que repercutiu nesta semana na cidade e publicado no A Voz de Santa Quitéria, sobre falhas do Hospital Municipal no translado de uma vítima da doença.

O episódio se deu no último domingo (17), sendo de um senhor de 82 anos, do distrito de Lisieux, que atestou positivo em teste rápido, porém, seus familiares aguardam do LACEN o resultado completo que atestará ou não a contaminação. O corpo teria sido entregue à Funerária Aliança, estando enrolado apenas em lençóis.

A informação sobre a compra está no Portal da Transparência da Covid-19, disponível no site da Prefeitura. A empresa contratada foi a MS Empreendimentos Comerciais e Consultoria EIRELI, de Juazeiro do Norte, no total de R$ 1,4 mil. Não foi especificada a quantidade, se apenas uma ou mais unidades.

O produto, que tem zíper e etiqueta de identificação do paciente, é um material não perecível – isto é, não tem validade. A aquisição é feita levando em consideração o Protocolo de Manuseio de Cadáveres.


 A Voz de Santa Quitéria
Caderno: REGIONAL
Obs.: Os comentários abaixo postados, não refletem as opiniões do Ipu Notícias
Comentários
0 Comentários

0 comentários

Faça seu Comentário

Todos os comentários são lidos e moderados previamente
São publicados aqueles que respeitam as regras abaixo:

- Seu comentário precisa ter relação com o assunto da matéria
- Não serão aceitos comentários difamatórios
- Em hipótese alguma faça propaganda de outros sites ou blogs

OBS.: Comentários dos leitores não refletem as opiniões do IN

2010 - Portal Ipu Notícias . Todos os Direitos Reservado. - Desenvolvido por Fagner Freire