Você está em: CEARA // Notícia de Anselmo // 23 de julho de 2020

 
O Ceará chegou a 154.381 diagnósticos positivos de Covid-19, além de 7.329 mortes em decorrência doença pandêmica, acumulados desde o início da pandemia no Estado. Os dados são da última atualização da plataforma IntegraSUS, fornecidos às 17h08 desta quarta-feira (22) pela Secretaria da Saúde do Estado (Sesa).
No entanto, conforme a atualização, 127.291 pessoas já foram recuperadas da doença. Já outros 74.044 casos estão sendo investigados e aguardam diagnóstico. No total, cerca de 405.335 exames para detecção da doença já foram realizados na população.
O IntegraSUS ainda apontou que a taxa de ocupação em Unidades de Terapia Intensiva (UTI) está em 69,18%, enquanto a de enfermaria está em 44,19%. A taxa de letalidade da doença apresentou queda e passou de 4,8% para 4,7% nesta última atualização.
Cidades
Fortaleza segue concentrando os maiores números em relação à doença pandêmica no Estado: 40.452 casos e 3.617 óbitos. Em seguida, surge Sobral, na Região Norte, com 9.411 infectados e 272 mortes pela infecção. Juazeiro do Norte, no Cariri, aparece em terceiro lugar no ranking das cidades, com 5.036 casos e 177 óbitos.
Na sequência aparecem cidades da Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). Caucaia, com 4.834 casos e 306 mortes; Maracanaú, com 4.783 notificações 224 óbitos e Maranguape, com 3.407 infectados e 104 mortes pela doença. Conforme o boletim, 1.841 aparecem “sem informação” de origem.
 
O POVO
Caderno: CEARA
Obs.: Os comentários abaixo postados, não refletem as opiniões do Ipu Notícias
Comentários
0 Comentários

0 comentários

Faça seu Comentário

Todos os comentários são lidos e moderados previamente
São publicados aqueles que respeitam as regras abaixo:

- Seu comentário precisa ter relação com o assunto da matéria
- Não serão aceitos comentários difamatórios
- Em hipótese alguma faça propaganda de outros sites ou blogs

OBS.: Comentários dos leitores não refletem as opiniões do IN

2010 - Portal Ipu Notícias . Todos os Direitos Reservado. - Desenvolvido por Fagner Freire