Você está em: CEARA // Notícia de Fagner Freire // 9 de julho de 2020


Um homem suspeito de participar da morte do prefeito de Granjeiro, João Gregório Neto, conhecido como 'João do Povo', foi preso na madrugada desta quinta-feira (9). De acordo com informações da Polícia Civil, o suspeito tinha um mandado de prisão em aberto. Outras três pessoas suspeitas foram conduzidas para a Delegacia Regional de Crato.

O crime aconteceu no dia 24 de dezembro de 2019. João Gregório foi assassinado em Granjeiro, quando caminhava na cidade. 

Execução

Conforme a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), a polícia reuniu provas que indicam que o crime teve relação com a desavença política entre a vítima e outros políticos. Em janeiro deste ano, o atual prefeito de Granjeiro, Ticiano Tomé, e o pai dele, Vicente Félix de Souza, se tornaram suspeitos de envolvimento no crime. Contra Félix, a Justiça determinou que ele utilizasse tornozeleira eletrônica.

Quinto suspeito preso

O quinto suspeito de participar da morte de João Gregório Neto, conhecido como 'João do Povo', foi preso no último mês de abril. Um homem de 31 anos, de identidade ainda não revelada, foi capturado na cidade de Monteiro, Estado da Paraíba. 

A prisão do suspeito aconteceu durante operação da Polícia Militar, após ele aplicar um golpe contra um estabelecimento comercial. O homem teria abastecido o carro na cidade de Sumé e fugiu do local sem pagar pelo serviço. O suspeito foi interceptado na BR-412, na entrada de Monteiro.

No carro onde ele estava teriam sido encontrados sete cartões de crédito e uma televisão. Durante a abordagem, os policiais militares verificaram que contra o suspeito tinha um mandado de prisão em aberto por participar do assassinato do prefeito.

Outras prisões

Em março deste ano ocorreu a quarta prisão, em Fortaleza. De acordo com a Polícia Civil, José Plácido, tio do atual prefeito de Granjeiro, orientou testemunhas do caso. Plácido foi preso por força de um mandado de prisão temporária expedido contra ele.

Os outros três presos pelo crime foram identificados como Carlos Alberto Ferreira Cavalcanti, Ronndinere Francino de Andrade e Carlos César Gonçalo de Freitas.

 (Diário do Nordeste)

Caderno: CEARA
Obs.: Os comentários abaixo postados, não refletem as opiniões do Ipu Notícias
Comentários
0 Comentários

0 comentários

Faça seu Comentário

Todos os comentários são lidos e moderados previamente
São publicados aqueles que respeitam as regras abaixo:

- Seu comentário precisa ter relação com o assunto da matéria
- Não serão aceitos comentários difamatórios
- Em hipótese alguma faça propaganda de outros sites ou blogs

OBS.: Comentários dos leitores não refletem as opiniões do IN

2010 - Portal Ipu Notícias . Todos os Direitos Reservado. - Desenvolvido por Fagner Freire