Você está em: CEARA // Notícia de Fagner Freire // 4 de agosto de 2020


O Estado do Ceará irá abrir concurso com 12 mil vagas para a área da saúde até o fim deste ano. Em agosto serão iniciados os processos de seleção para o Hospital de Messejana e o Hospital Geral de Fortaleza (HGF). As informações foram anunciadas pelo o secretário da Saúde do Ceará, Carlos Roberto Martins Rodrigues Sobrinho, o Dr. Cabeto, em entrevista nesta terça-feira (4). 

Conforme o secretário de saúde, as unidades de saúde cearenses estão passando por um redimensionamento para que seja avaliado o número de vagas adequadas. O Hospital do Coração de Messejana e o HGF já passaram por esse processo, e por isso, serão os primeiros a receber concursos.
"Estamos fazendo o que a gente chama de redimensionamento das unidades, para que a gente possa abrir o concurso com o número de vagas adequadas. Isso em parceria com o Instituto Einstein de Gestão. Duas das nossas unidades já terminaram esse redimensionamento, foi o HGF e o Hospital de Messejana, portanto devem ser os primeiros concursos", afirma. 

Ainda de acordo com o Dr. Cabeto, o processo será realizado em todas a unidade até o fim deste ano. 
Hospital universitário estadual

No fim de 2021, será realizado concurso para o novo hospital universitário estadual, localizado no bairro Itaperi, em Fortaleza. A unidade, que é o primeiro hospital universitário do Ceará, irá contar com 600 leitos para pacientes.


(Diário do Nordeste)
Caderno: CEARA
Obs.: Os comentários abaixo postados, não refletem as opiniões do Ipu Notícias
Comentários
0 Comentários

0 comentários

Faça seu Comentário

Todos os comentários são lidos e moderados previamente
São publicados aqueles que respeitam as regras abaixo:

- Seu comentário precisa ter relação com o assunto da matéria
- Não serão aceitos comentários difamatórios
- Em hipótese alguma faça propaganda de outros sites ou blogs

OBS.: Comentários dos leitores não refletem as opiniões do IN

2010 - Portal Ipu Notícias . Todos os Direitos Reservado. - Desenvolvido por Fagner Freire