Você está em: CEARA // Notícia de Fagner Freire // 3 de agosto de 2020


A prefeitura de Jijoca de Jericoacoara assinou decreto neste sábado (1º) autorizando o retorno das atividades na Vila de Jericoacoara, litoral Norte, um dos principais destinos turísticos do Ceará. A retomada terá início no próximo dia 8, sábado. O município foi o primeiro do Estado a parar as atividades econômicas e a implantar barreiras sanitárias, ainda em março, em decorrência da pandemia do novo coronavírus. Já são quase cinco meses de inatividade. 

A partir do dia 8, de acordo com o documento, ficam autorizadas reservas em hotéis, pousadas e meios de hospedagem. Além disso, nesta primeira fase de reabertura, restaurantes também ficam autorizados a volta gradual, porém com horário reduzido e público limitado. As empresas também deverão adotar todos os cuidados necessários para preservação da saúde de clientes, funcionários e entregadores. 

“Com essa reabertura, a gente espera poder resgatar, de forma gradual, todo esse turismo que deixou de vir para cá. Esperamos que esse turismo volte, de forma gradual e com bastante cautela, para desenvolver toda a economia”, projeta Ricardo Gusso, secretário de Desenvolvimento Econômico, Turismo e Meio Ambiente de Jijoca de Jericoacoara. 

Um dos critérios analisados para a liberação gradual foram os números da pandemia na localidade. Em Jijoca, até a manhã deste domingo (2), foram confirmados 593 casos e 8 óbitos de Covid-19, sustentando uma das menores taxas de letalidade do estado, de 1,4%. O município registra ainda 538 recuperados, de acordo com plataforma da Secretaria de Saúde do Estado do Ceará (Sesa). 

Outro critério considerado foram as necessidades e impactos dos setores econômicos do município, que tem no turismo a sua maior movimentação. Segundo a prefeitura, a vila recebe cerca de 70 mil turistas só no mês de julho. Para Ana Clara Souza, empresária do ramo, esse impacto foi muito sentido. “Nós nunca tínhamos ficado sem turista aqui na Vila [de Jericoacoara], e já estamos praticamente há cinco meses sem trabalhar. Um impacto muito grande”, explana.



(G1/CE)
Caderno: CEARA
Obs.: Os comentários abaixo postados, não refletem as opiniões do Ipu Notícias
Comentários
0 Comentários

0 comentários

Faça seu Comentário

Todos os comentários são lidos e moderados previamente
São publicados aqueles que respeitam as regras abaixo:

- Seu comentário precisa ter relação com o assunto da matéria
- Não serão aceitos comentários difamatórios
- Em hipótese alguma faça propaganda de outros sites ou blogs

OBS.: Comentários dos leitores não refletem as opiniões do IN

2010 - Portal Ipu Notícias . Todos os Direitos Reservado. - Desenvolvido por Fagner Freire