Você está em: CEARA // Notícia de Anselmo // 6 de setembro de 2020



Há uma semana, os índices de Reprodução Efetiva (RT) para Covid-19 no Ceará seguem estáveis. A manutenção da taxa surge após um período de intensa diminuição, percebido entre os dias 18 e 29 de agosto. No intervalo, a RT caiu de 0,87 para 0,7, nível mantido pelo Estado desde então. As informações são da atualização mais recente do IntegraSUS sobre o assunto, publicada às 2h07 deste sábado (5). A plataforma é gerenciada pela Secretaria da Saúde (Sesa) e atualiza diariamente a situação da doença no Estado.


O índice 0,7, mantido pelo Ceará, coloca a transmissão local como média potencialidade. Usada para acompanhar a possibilidade de novas infecções, a taxa RT indica para quantas pessoas saudáveis um infectado pode transmitir a doença e está dividida em níveis: na baixa transmissão, a possibilidade de infecção oscila entre zero e 0,5 pessoas; na média transmissão, a potencialidade está entre 0,5 pessoas e 1 e, finalmente, para ser considera como alta transmissão, os valores da RT devem ultrapassar o mínimo de uma nova pessoa infectada.


Todas as cinco macrorregiões do Estado estão com RT abaixo de um, com o maior coeficiente observado no Litoral Leste e Jaguaribe. Somados, os 20 municípios que compõem a área registram 0,95 de RT. O Sertão Central aparece em seguida. As 20 cidades da região registram RT acumulado de 0,94. No Cariri, formado por 45 municípios, o índice está em 0,84 enquanto na Região Norte, composta 55 cidades, a taxa é de 0,81. Os arredores de Fortaleza indicaram a menor transmissibilidade entre as macrorregiões: somados, os 45 municípios ao redor de Fortaleza estão com índice em 0,8.



Apesar da estabilização cearense, quando analisados separadamente, os municípios retornam outro cenário. Mesmo seis meses desde a chegada da doença no Estado, 175 das 184 cidades cearenses permanecem com registro de transmissão acima de 1 para o novo coronavírus (Sars-Cov-2), o que é considerado alto. Os únicos municípios a ficarem abaixo dessa faixa e que, portanto, considerados como em transmissão média são Crateús (1), Tianguá (1), Caucaia (0,99), Maranguape (0,99), Crato (0,98), Maracanaú (0,97), Sobral (0,94), Juazeiro do Norte (0,91) e Fortaleza (0,87).


Diário do Nordeste
Caderno: CEARA
Obs.: Os comentários abaixo postados, não refletem as opiniões do Ipu Notícias
Comentários
0 Comentários

0 comentários

Faça seu Comentário

Todos os comentários são lidos e moderados previamente
São publicados aqueles que respeitam as regras abaixo:

- Seu comentário precisa ter relação com o assunto da matéria
- Não serão aceitos comentários difamatórios
- Em hipótese alguma faça propaganda de outros sites ou blogs

OBS.: Comentários dos leitores não refletem as opiniões do IN

2010 - Portal Ipu Notícias . Todos os Direitos Reservado. - Desenvolvido por Fagner Freire