Você está em: CEARA // Notícia de Fagner Freire // 10 de setembro de 2020


O número de acidentes em rodovias federais e estaduais nos oito primeiros meses do ano, no Ceará, apresentou queda se comparado ao ano anterior, conforme dados da Polícia Rodoviária Federal (PRF-CE) e do Batalhão de Polícia de Trânsito Urbano e Rodoviário Estadual (BPRE). Até agosto deste ano, os órgãos registraram 2.145 acidentes contra 4.386 em igual período de 2019, o que equivale a uma baixa de 51% no número de acidentes.

De acordo com levantamento da BPRE, da Polícia Militar do Ceará, o total de acidentes nas rodovias estaduais, entre janeiro e agosto, foi de 1.203 este ano contra 1.744, em 2019, o que demonstra uma diminuição de 31%. Dos sinistros contabilizados até 31 de agosto, 588 tiveram danos materiais. Acidentes com feridos também seguiram ritmo da redução, registrando 722 este ano contra 1.004 em 2019, somando queda de 28,1%. Já os que deixaram mortos caiu 15,1%, passando de 245 para 207.

Rodovias federais

As rodovias federais também acompanharam a tendência de recuo, segundo mapeamento da PRF-CE. De 1º de janeiro a 31 de agosto de 2020, foram registrados 942 acidentes, enquanto no mesmo período do ano passado, as estradas monitoradas pelo órgão contabilizaram 2.642. Já os incidentes considerados graves, que englobam sinistros com feridos ou mortos, passaram de 898 para 332, demonstrando queda de 63%. Ainda seguindo o ritmo de diminuição, o número de óbitos entre janeiro e agosto chegou a 90, valor 63,5% inferior ao de 2019 (247).


De acordo com o 1º Tenente, Henrique de Carvalho, da Polícia Militar, o isolamento social teve impacto nesses números, porém a redução já era esperada pelo órgão antes mesmo da pandemia. “A redução era esperada por conta do trabalho técnico que a gente vem fazendo, o isolamento [social] ajudou porque ele reduziu a circulação, mas [a redução], como o fruto do nosso trabalho, já era esperado esse resultado”, destaca o oficial.

O trabalho ao qual o oficial se refere é a fiscalização inteligente, que tem sido posta em funcionamento desde o início do ano. “A gente faz uma análise quantitativa e qualitativa dos acidentes e das principais infrações que ocorrem e reforça a fiscalização de trânsito nestas rodovias”, explica. “A gente vem reduzindo, desde de janeiro, a acidentalidade e a fatalidade desses acidentes, principalmente por conta desse novo método de fiscalização”, aponta.

Apesar do declínio, acidentes viários presenciados no Ceará tiveram ampla repercussão em virtude das circunstâncias, como as fatalidades recentes do último mês. No dia 13 de agosto, uma professora de 35 anos morreu após ser atropelada por um carro enquanto pedalava na CE-040, no Eusébio, Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). Julita Medeiros da Costa tentava atravessar a via de bicicleta quando foi surpreendida pelo veículo. A vítima faleceu no local.


(G1/CE)
Caderno: CEARA
Obs.: Os comentários abaixo postados, não refletem as opiniões do Ipu Notícias
Comentários
0 Comentários

0 comentários

Faça seu Comentário

Todos os comentários são lidos e moderados previamente
São publicados aqueles que respeitam as regras abaixo:

- Seu comentário precisa ter relação com o assunto da matéria
- Não serão aceitos comentários difamatórios
- Em hipótese alguma faça propaganda de outros sites ou blogs

OBS.: Comentários dos leitores não refletem as opiniões do IN

2010 - Portal Ipu Notícias . Todos os Direitos Reservado. - Desenvolvido por Fagner Freire