Você está em: REGIONAL // Notícia de Fagner Freire // 8 de outubro de 2020




O Hospital Regional Norte (HRN), do Governo do Ceará, administrado pelo Instituto de Saúde e Gestão Hospitalar (ISGH), é referência no atendimento a casos de média e alta complexidade da Covid-19 na Região Norte do Ceará. Completando seis meses do primeiro caso confirmado da doença no hospital no dia 30 de setembro, o HRN já alcançou mais de 1200 altas.

Entre as altas está o paciente José Alfredo Neto, 65 anos. A família do paciente de Santana do Acaraú, a 30km de Sobral, foi recebê-lo na quarta-feira, 7, com alegria e emoção no Hospital Regional Norte (HRN), da Secretaria da Saúde do Ceará, administrado pelo Instituto de Saúde e Gestão Hospitalar (ISGH) e entregou uma faixa aos profissionais da unidade em agradecimento pelo carinho e dedicação. José Alfredo estava internado desde o dia 6 de setembro. ⁣

Neste período de seis meses, o hospital reorganizou os setores e leitos para melhor estruturar as áreas na emergência, UTIs e Clínicas exclusivas para pacientes Covid-19. No pico da pandemia, o HRN chegou a disponibilizar 125 leitos de UTI e 81 de clínica para pacientes Covid-19. Atualmente, a instituição conta com 51 leitos de UTI e 50 de Clínica exclusivos para o tratamento do novo coronavírus. Para contemplar a ampliação de leitos, quase 400 profissionais temporários foram contratados.

Em virtude da pandemia, o HRN suspendeu visitas e cirurgias eletivas e reorganizou atendimentos ambulatoriais. Ainda assim, foam mais de 5.300 entradas no hospital de especialidades não-Covid, além de mais de 4.200 cirurgias de urgência e emergência e mais de 1.400 atendimentos ambulatoriais. No período, o HRN realizou quase 28 mil exames de imagem e mais de 280 mil exames laboratoriais.

Para suprir a necessidade de notícias para os familiares, a unidade criou o Plantão de Acolhimento Familiar, responsável por repassar notícias dos pacientes. O plantão realizou cerca de 2 mil atendimentos telefônicos por semana desde que foi implantado em maio. Com o uso de tablets e a ajuda de profissionais dos hospitais, os pacientes receberam visitas virtuais. O serviço de psicologia realizou 126 videochamadas que trouxeram alívio e conforto sobretudo para pessoas diagnosticadas com coronavírus.

Segundo o diretor geral do HRN, Daniel Hardy Melo, o período de seis meses de combate à pandemia foi de aprendizado para todo o corpo assistencial e de apoio. “Ao longo deste período, observamos o esforço na execução e aprimoramento dos processos de trabalho, valorização da comunicação efetiva, resiliência frente às tomadas de decisão, integração entre os setores e a empatia. Nesse período também elevou-se o sentimento de solidariedade entre as equipes”, avalia. Ele ressalta ainda todo o apoio do Estado e a doação de empresas e entidades públicas e privadas. “O Estado deu total apoio ao hospital no enfrentamento à pandemia com equipamentos, medicamentos e EPIs. Agradecemos também a todas as instituições públicas e privadas que nos doaram EPIs”, completa.

Colaboradores

A atenção com os colaboradores foi outro ponto fundamental da gestão durante os seis meses de combate à pandemia. Colaboradores dos grupos de risco, gestantes e lactentes foram afastados de suas atividades. Além disso, foram realizados 116 consultas com os colaboradores no ambulatório Covid-19 e 110 atendimentos com a psicologia. Além disso, quase 800 testes para Covid-19 foram realizados em parceria com o laboratório.

O Centro de Estudos do hospital organizou mais de 280 treinamentos para 3 mil colaboradores com temas diversos como técnicas de paramentação e desparamentação dos equipamentos de proteção individual (EPI’s) e técnicas de intubação e manejo de vias aéreas no atendimento a pacientes com Covid-19, além de biossegurança e higienização hospitalar e protocolos de segurança.

Os Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) foram fundamentais para garantir a segurança dos pacientes, colaboradores e acompanhantes. Foram adquiridos via compra, doação da Secretaria da Saúde e doação de empresas e entidades quase 3 milhões de luvas, mais de 460 mil máscaras e mais de 180 mil aventais. Além disso, foram recebidos de doação mais de 27 mil propés, 550 embalagens de álcool gel de diversos tamanhos e quase 5 mil protetores faciais.

 

 

(Sobral On Line)

Caderno: REGIONAL
Obs.: Os comentários abaixo postados, não refletem as opiniões do Ipu Notícias
Comentários
0 Comentários

0 comentários

Faça seu Comentário

Todos os comentários são lidos e moderados previamente
São publicados aqueles que respeitam as regras abaixo:

- Seu comentário precisa ter relação com o assunto da matéria
- Não serão aceitos comentários difamatórios
- Em hipótese alguma faça propaganda de outros sites ou blogs

OBS.: Comentários dos leitores não refletem as opiniões do IN

2010 - Portal Ipu Notícias . Todos os Direitos Reservado. - Desenvolvido por Fagner Freire