Você está em: CEARA // Notícia de Fagner Freire // 17 de outubro de 2020

 


Um trabalho policial realizado pela Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente (DPMA), visando apurar denúncia de maus-tratos a animais domésticos, resultou na prisão de uma mulher, na última quarta-feira (14). Ela foi autuada em flagrante suspeita de cometer o crime de maus-tratos a animais na forma qualificada, conforme nova redação do artigo 32, parágrafo 1°-A, da Lei nº 9.605/1998. A alteração da lei está em vigor desde o dia 30 de setembro deste ano.

A delegacia especializada solicitou apoio do Conselho Regional de Medicina Veterinária do Ceará (CRMV/CE) para atender a ocorrência. Um médico veterinário do CRMV atestou a situação de maus-tratos no local onde eram mantidos os animais, situação também verificada pela equipe policial. No local da ocorrência, uma residência localizada no bairro Aldeota, em Fortaleza, estavam nove cães, apresentando lesões crônicas, sarna e desnutrição em ambiente sem a higiene adequada e sem alimento por ocasião da diligência.

Após autuação e exame médico legal, a indiciada foi encaminhada à Delegacia de Capturas e Polinter (Decap), pois a infração penal não comporta fiança pela autoridade policial. A Polícia Civil investiga ainda a possível participação de outra pessoa, que será intimada e ouvida. Durante a diligência, a delegacia especializada comunicou a situação dos animais à Coordenadoria Especial de Bem-estar e Proteção Animal do Município (COEPA) para devidos encaminhamentos.

Delegacia Eletrônica

A Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE) estendeu a lista de crimes que podem ser registrados na Delegacia Eletrônica (Deletron) e agora também é possível fazer denúncias de maus-tratos a animais no Ceará sem sair de casa. O documento digital tem a mesma validade do Boletim de Ocorrência (BO) feito fisicamente em uma delegacia.

Para facilitar o cadastro das ocorrências na Delegacia Eletrônica, basta que o usuário acesse o site https://www.delegaciaeletronica.ce.gov.br/beo/, em qualquer dispositivo com acesso à internet, preencha corretamente todos os dados solicitados e escreva um breve relato sobre o fato denunciado. Caso possua fotos, vídeos, relato de testemunhas, laudos veterinários, dados do agressor, dados do veículo envolvido na ocorrência ou qualquer outra evidência que possa colaborar com sua denúncia, aguarde contato dos investigadores enquanto seu BO é autenticado. A Polícia Civil do Ceará assegura a privacidade dos usuários com o sigilo das informações.

As denúncias na Capital e Região Metropolitana de Fortaleza são investigadas pela Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente (DPMA). No interior, os procedimentos são apurados pela unidade local responsável pelo município onde ocorreu o fato. A Polícia Civil alerta aos usuários que fazer falsa comunicação de crime a autoridades policiais é crime previsto no artigo 340 do Código Penal, resultando em multa e detenção de um a seis meses.

 

 

(SSPDS)

Caderno: CEARA
Obs.: Os comentários abaixo postados, não refletem as opiniões do Ipu Notícias
Comentários
0 Comentários

0 comentários

Faça seu Comentário

Todos os comentários são lidos e moderados previamente
São publicados aqueles que respeitam as regras abaixo:

- Seu comentário precisa ter relação com o assunto da matéria
- Não serão aceitos comentários difamatórios
- Em hipótese alguma faça propaganda de outros sites ou blogs

OBS.: Comentários dos leitores não refletem as opiniões do IN

2010 - Portal Ipu Notícias . Todos os Direitos Reservado. - Desenvolvido por Fagner Freire