Você está em: CEARA // Notícia de Fagner Freire // 2 de outubro de 2020

 


O traficante Thiago Monteiro da Silva, o 'Thiago Mineiro', 35, preso pela Polícia Civil do Ceará em Fortaleza, é considerado pelas autoridades do Amazonas como o principal fornecedor de drogas da facção criminosa Comando Vermelho (CV) naquele Estado. Conforme a Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), ele importava entorpecentes da Colômbia e do Peru.

Apesar de o Comando Vermelho também atuar no Ceará, a PCCE afirma que não há informações sobre a participação criminosa de Thiago em território cearense. De acordo com as investigações, ele estaria escondido da Polícia do Amazonas em Fortaleza, já que era considerado como foragido naquele Estado.

'Thiago Mineiro' foi abordado por policiais civis da Coordenadoria de Operações e Recursos Especiais (Core) em um veículo luxuoso Audi A4, junto de outro homem (um parente da sua companheira, que foi liberado), no bairro Cocó, na noite da última quarta-feira (30). Contra ele, havia um mandado de prisão preventiva em aberto.

Segundo a Polícia Civil, Thiago levava uma vida discreta na capital cearense e se identificava com um nome falso. Com ele, foram apreendidos documentos falsificados. Em depoimento, o suspeito alegou que é um empresário do ramo de compras e vendas de veículos.

Atuação

'Thiago Mineiro' e a companheira, Stheffany Barbosa Vasconcelos, 27, foram detidos pelo Departamento de Repressão ao Crime Organizado (DRCO) da Polícia Civil do Amazonas (PCAM) por força de mandado de prisão temporária, no dia 3 de junho último. Como a prisão era temporária, ele foi colocado em liberdade e fugiu para o Ceará.

De acordo com a SSP-AM, o casal é responsável por administrar as finanças e traficar drogas para uma organização criminosa. O delegado Rafael Allemand afirmou à época que Thiago era o maior distribuidor de drogas e um dos líderes da facção.

Allemand reforçou ainda o estilo discreto do traficante: "O infrator não costumava sair em público e tinha uma vida aparentemente normal. No entanto, diligências indicam que ele possuía uma visão de negócios muito acima da média, o que lhe permitia obter a posição hierárquica dentro da facção a qual pertencia".

Já a delegada Marna de Miranda revelou, ainda em junho, que Stheffany tinha um imóvel luxuoso em Fortaleza, o que seria um dos bens comprados pelo casal para lavar dinheiro proveniente do tráfico de drogas: "Durante as investigações, nós constatamos que o casal possuía um padrão de vida incompatível com a renda que os dois alegaram receber. Só em Fortaleza, Stheffany possuía um imóvel avaliado em mais de R$ 700 mil".

Traficantes presos no Ceará

Thiago não é o primeiro traficante de renome a tentar se esconder no Ceará, nos últimos anos. Rogério Jeremias de Simone, o 'Gegê do Mangue', e Fabiano Alves de Souza, o 'Paca', líderes da facção Primeiro Comando da Capital (PCC), moravam no Estado há meses, até serem traídos e mortos por comparsas, em fevereiro de 2018.

Até homens apontados como traficantes internacionais foram encontrados em terras cearenses: casos do britânico James White, em junho do ano corrente; do colombiano Guillermo Amaya Ñungo, o 'El Patrón', em setembro de 2019; e do mexicano Jose Gonzalez Valencia, o 'Chepa', em dezembro de 2017.

 

 

 

(Diário do Nordeste)

Caderno: CEARA
Obs.: Os comentários abaixo postados, não refletem as opiniões do Ipu Notícias
Comentários
0 Comentários

0 comentários

Faça seu Comentário

Todos os comentários são lidos e moderados previamente
São publicados aqueles que respeitam as regras abaixo:

- Seu comentário precisa ter relação com o assunto da matéria
- Não serão aceitos comentários difamatórios
- Em hipótese alguma faça propaganda de outros sites ou blogs

OBS.: Comentários dos leitores não refletem as opiniões do IN

2010 - Portal Ipu Notícias . Todos os Direitos Reservado. - Desenvolvido por Fagner Freire