Você está em: CIDADE , IPU , POLITICA LOCAL , PRINCIPAL // Notícia de Fagner Freire // 20 de novembro de 2020

 


Para eleger um vereador em Ipu, o partido precisaria de, pelo menos, 1.854 votos. Esse número é o quociente eleitoral. Para se chegar a ele é necessário dividir os votos válidos recebidos pelos candidatos e partidos concorrentes pelo número de cadeiras na Câmara Municipal de Ipu. Foram 24.107 votos válidos, divididos por 13 vagas.

Neste ano entrou em vigor uma regra criada pela Lei 13.488/2017, que modificou o Código Eleitoral, e estabeleceu que havendo sobras de vagas após a distribuição para quem atingiu o quociente eleitoral, todos os partidos participam da distribuição dessas vagas, mesmo aqueles que não atingiram o quociente eleitoral. Isso explica por que o PROS, que recebeu 1.545 votos conseguiu uma cadeira.

Veja quantos votos cada sigla recebeu:

  • PCdoB - 12.442
  • PSB -  5.263
  • PDT -  1.966
  • PROS - 1.545
  • PSD - 1.513
  • PL - 646
  • PMN - 234
  • PODE - 14

Com 12.442 votos para candidatos a vereador, o PC do B, partido do candidato a prefeito Robério Rufino, foi o que mais recebeu votos no pleito de domingo, 15. A soma dos votos dados à sigla e aos candidatos renderam oito vagas, que serão ocupadas pelos edis:

  1. Monga (PCdoB) - 1.556
  2. Zeca Rufino (PCdoB) - 1.410
  3. Raimundo Amaro (PCdoB) - 1.318
  4. Arlete (PCdoB) - 1.183
  5. Evaldo (PCdoB) - 1.089
  6. Moreira Filho (PCdoB) - 1.080
  7. Eduardo Ximenes (PCdoB) - 958
  8. Tia Olinda (PCdoB) - 927

O segundo partido mais votado foi o PSB partida da vice-prefeita Antonieta Martins. Foram 5.263 votos nos vereadores e na legenda. A votação expressiva também resultou na conquista de três cadeiras no legislativo, que serão ocupadas por 

  1. Glaidson Martins (PSB) - 1.505
  2. Ivan Moreira (PSB) - 638
  3. Conceição Araújo (PSB) - 479 
O terceiro partido a obter vaga foi o PDT que somou tanto nos votos nominais (1.620 ) quanto no de legenda  (346) conseguiu a votação de 1.966 fazendo uma cadeia atingindo assim o coeficiente eleitoral. Cadeira que será ocupado pelo vereador do partido que atingiu a maior votação.
  1. Hilton Belém (PDT) - 715 
A disputa mais acirrada pela última cadeira foi entre o partido PROS do atual vereador Nonato Filho  e o PSD do vereador Genésio Mororó. Com uma diferença de apenas 32 votos o PROS conseguiu a última vaga e reelegeu o vereador Nonato Filho que foi o mais bem votado do partido com 1.226. Apesar de ter sido o 9º vai votado com 1.012 votos o vereador Genésio não conseguiu se reeleger.
  1. Nonato Filho (PROS) - 1.226

Os demais partidos com nomes para o legislativo PL, PODE e PMN tiveram os candidatos juntos conseguidos: 646 do Partido Liberal (PL); 234 do Partido da Mobilização Nacional  (PMN) e 14 o Podemos (PODE).




 
Obs.: Os comentários abaixo postados, não refletem as opiniões do Ipu Notícias
Comentários
0 Comentários

0 comentários

Faça seu Comentário

Todos os comentários são lidos e moderados previamente
São publicados aqueles que respeitam as regras abaixo:

- Seu comentário precisa ter relação com o assunto da matéria
- Não serão aceitos comentários difamatórios
- Em hipótese alguma faça propaganda de outros sites ou blogs

OBS.: Comentários dos leitores não refletem as opiniões do IN

2010 - Portal Ipu Notícias . Todos os Direitos Reservado. - Desenvolvido por Fagner Freire