Você está em: NACIONAL // Notícia de Fagner Freire // 25 de janeiro de 2021

 


A Moderna, empresa americana de biotecnologia que produziu uma vacina de RNA contra a Covid-19, anunciou, nesta segunda-feira (25), que o imunizante conseguiu neutralizar duas mutações do coronavírus em testes de laboratório. Mesmo assim, uma terceira dose da vacina será testada, e a empresa também trabalha em uma nova vacina de reforço.

Os resultados ainda estão em versão prévia, sem revisão por outros cientistas e nem publicação em revista científica.

Os pesquisadores da empresa testaram o soro de pessoas que receberam a vacina contra duas variantes: a B.1.1.7, encontrada no Reino Unido, e a B.1.351, detectada pela primeira vez na África do Sul. Ambas já foram encontradas no Brasil e estão associadas ao aumento da transmissão da Covid-19.

O estudo não mostrou impacto significativo na neutralização contra a B.1.1.7 em relação às variantes anteriores, mas, em relação à B.1.351, houve uma redução de seis vezes na concentração de anticorpos neutralizantes.

A Moderna ressalva que, no caso da variante sul-africana, a concentração de anticorpos registrada permaneceu "acima dos níveis que se espera que sejam protetores". Mesmo assim, pode "sugerir um risco potencial de diminuição precoce da imunidade às novas cepas B.1.351".

 

 

(G1)

Caderno: NACIONAL
Obs.: Os comentários abaixo postados, não refletem as opiniões do Ipu Notícias
Comentários
0 Comentários

0 comentários

Faça seu Comentário

Todos os comentários são lidos e moderados previamente
São publicados aqueles que respeitam as regras abaixo:

- Seu comentário precisa ter relação com o assunto da matéria
- Não serão aceitos comentários difamatórios
- Em hipótese alguma faça propaganda de outros sites ou blogs

OBS.: Comentários dos leitores não refletem as opiniões do IN

2010 - Portal Ipu Notícias . Todos os Direitos Reservado. - Desenvolvido por Fagner Freire