Você está em: NACIONAL // Notícia de Anselmo // 18 de fevereiro de 2021

 

   O cantor Belo deve deixar a cadeia de Benfica, no bairro de mesmo nome na Zona Norte do Rio de Janeiro, nesta quinta-feira, 18. Por volta da 1h20min da madrugada, o desembargador Milton Fernandes de Souza aceitou o pedido de habeas corpus feito pela defesa do cantor. O pagodeiro foi preso nesta quarta-feira, 17, após realizar um show sem autorização e desrespeitando o decreto municipal.

A prisão foi efetuada pela Delegacia de Combate às Drogas (Dcod) da Polícia Civil do Rio de Janeiro. Contra ele, há a acusação de violar decreto municipal que proibia aglomerações no Carnaval ao realizar um show no Parque União, no Complexo da Maré, também na Zona Norte. As informações são do G1 e do O Globo

No mesmo caso, outras três pessoas são investigadas pela realização do show, no sábado, 13 de fevereiro. São eles: Célio Caetano, sócio da produtora Série Gold, responsável pelo show; Henriques Marques, também sócio da produtora; e Jorge Luiz Moura Barbosa, o Alvarenga, chefe do tráfico no Parque União.

Quero conteúdo exclusivo!
Assine OP+, nossa plataforma de multistreaming, e tenha acesso aos nossos colunistas, grandes reportagens, podcasts, séries e muito mais.

O show foi realizado numa escola estadual e não tinha autorização da pasta da educação, que não chegou a receber um pedido para a utilização do espaço ou liberou qualquer evento durante a pandemia nas unidades. Por isso, a polícia apura também a invasão ao prédio público.

Pelas imagens publicadas em redes sociais, as salas, segundo os agentes, foram usadas como camarotes. Segundo a polícia, Belo e os demais investigados vão responder por quatro crimes: infração de medida sanitária, crime de epidemia, invasão de prédio público e associação criminosa. Clique na 

 


Com o inquérito aberto para apurar as circunstâncias do show, a DCOD cumpriu na quarta quatro mandados de prisão preventiva e cinco de busca e apreensão. Um deles foi na sede da produtora Série Gold, onde foram apreendidos equipamentos, a aparelhagem de som, documentos e veículos. Houve um mandado para a casa de Belo, no local foram apreendidos dinheiro e duas pistolas, com a posse legal.
Defesa

Por meio de nota, Belo e a família afirmaram estar surpresos com a prisão preventiva. No texto, ele pede desculpas pelo show, mas questiona a decisão da Justiça. Além disso, ele argumenta que o show foi legalmente contratado pela produtora Série Gold, bem como questiona outro eventos culturais que aconteceram em diversas regiões da cidade não terem sido também alvo de investigação. Na nota, ele também questiona o fato de a prisão ter ocorrido após parecer contrário do Ministério Público (MP).

O POVO

Caderno: NACIONAL
Obs.: Os comentários abaixo postados, não refletem as opiniões do Ipu Notícias
Comentários
0 Comentários

0 comentários

Faça seu Comentário

Todos os comentários são lidos e moderados previamente
São publicados aqueles que respeitam as regras abaixo:

- Seu comentário precisa ter relação com o assunto da matéria
- Não serão aceitos comentários difamatórios
- Em hipótese alguma faça propaganda de outros sites ou blogs

OBS.: Comentários dos leitores não refletem as opiniões do IN

2010 - Portal Ipu Notícias . Todos os Direitos Reservado. - Desenvolvido por Fagner Freire