Você está em: NACIONAL // Notícia de Anselmo // 5 de fevereiro de 2021

 

 Gilmar Mendes, ministro do STF (Supremo Tribunal Federal), defendeu o fim da da Lava Jato no Paraná, decretado nesta semana. Ele criticou o principal nome da força-tarefa, o ex-ministro Sergio Moro, a quem chamou de "chefe" das operações.


Gilmar disse que a Lava Jato "tem méritos de combater corrupção", mas estava passando por um processo de "descolamento institucional". Gilmar citou os vazamentos de conversas do ex-juiz Sergio Moro. E defendeu que a inclusão da Lava Jato dentro do Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado) é a solução para acabar com essa ruptura.



Uol

Caderno: NACIONAL
Obs.: Os comentários abaixo postados, não refletem as opiniões do Ipu Notícias
Comentários
0 Comentários

0 comentários

Faça seu Comentário

Todos os comentários são lidos e moderados previamente
São publicados aqueles que respeitam as regras abaixo:

- Seu comentário precisa ter relação com o assunto da matéria
- Não serão aceitos comentários difamatórios
- Em hipótese alguma faça propaganda de outros sites ou blogs

OBS.: Comentários dos leitores não refletem as opiniões do IN

2010 - Portal Ipu Notícias . Todos os Direitos Reservado. - Desenvolvido por Fagner Freire