Você está em: NACIONAL // Notícia de Fagner Freire // 24 de fevereiro de 2021

 


Desde o início da campanha de vacinação contra a Covid-19, o Brasil registrou pelo menos 4,7 mil denúncias de fura-filas. Os dados são de um levantamento feito com base nas reclamações recebidas pelos Ministérios Públicos Estaduais e pela Ouvidoria Nacional do Ministério Público.

Esse número de denúncias pode ser ainda mais alto em todo o país, já que elas também podem ser feitas em outros órgãos, como nas ouvidorias dos governos dos estados e nas secretarias de saúde.

As denúncias de fura-filas são reclamações sobre supostas fraudes na imunização contra a Covid-19, em que pessoas que não fazem parte dos grupos prioritários foram vacinadas antes das outras.

Ao todo, foram 4.675 casos recebidos pelos Ministérios Públicos — mas isso não quer dizer que estas denúncias envolvem 4.675 pessoas que furaram a fila da prioridade. Isso porque, depois que as denúncias são recebidas, os órgãos geralmente fazem um processo de triagem para identificar quais casos devem ser, de fato, encaminhados às Promotorias de Justiça competentes para serem investigados.

No Ceará

Fortaleza e outras 26 cidades da Região Metropolitana e do interior do Ceará já registram denúncias de “fura-filas” da vacinação contra a Covid-19. Os canais do Ministério Público do Estado contabilizaram, até o início de fevereiro, cerca de 100 queixas de desrespeito às prioridades e falta de transparência quanto às filas.

 

(Ceara Agora)

Caderno: NACIONAL
Obs.: Os comentários abaixo postados, não refletem as opiniões do Ipu Notícias
Comentários
0 Comentários

0 comentários

Faça seu Comentário

Todos os comentários são lidos e moderados previamente
São publicados aqueles que respeitam as regras abaixo:

- Seu comentário precisa ter relação com o assunto da matéria
- Não serão aceitos comentários difamatórios
- Em hipótese alguma faça propaganda de outros sites ou blogs

OBS.: Comentários dos leitores não refletem as opiniões do IN

2010 - Portal Ipu Notícias . Todos os Direitos Reservado. - Desenvolvido por Fagner Freire