Você está em: IPUEIRAS , REGIONAL // Notícia de Fagner Freire // 6 de abril de 2021

 


Um homem (identidade não revelada), descobriu um dispositivo conhecido como "chupa-cabra" de um dos caixas eletrônicos da agência bancária da Caixa Econômica de Ipueiras, na noite deste sábado (03/04).

O objeto, segundo a PM, é utilizado para impedir que os envelopes de depósito entrem na máquina, facilitando a retirada do dinheiro pelos criminosos.

O homem descobriu o objeto após realizar o depósito, em um dos terminais da agência da Caixa Econômica, no Centro de Ipueiras.

Segundo informações o homem  estranhou a demora para sair o comprovante de depósito da máquina.  O envelope tinha entrado, mas a máquina não fez a confirmação".

Ela percebeu, então, que o lugar por onde entra os envelopes aparentava estar solto. Neste momento, o homem  viu que havia um fio amarrado na boca, com um plástico que servia para "agarrar" os envelopes que fossem depositados.

Não foram encontrados dispositivos em outros terminais e a polícia não soube informar há quanto tempo o objeto estava no caixa eletrônico.

O homem foi orientado a registrar um Boletim de  ocorrência eletrônico, e o caso agora será  investigado. Ninguém foi preso, mas as filmagens das câmeras de segurança poderão ajudar a identificar os suspeitos.

A polícia militar equipe comandada pelo Subtenente Robério esteve na agência e apreendeu o objeto (chupa cabra), o qual será apresentado a autoridade policial.

 

(Blog Ipaporanga Notícias)

Obs.: Os comentários abaixo postados, não refletem as opiniões do Ipu Notícias
Comentários
0 Comentários

0 comentários

Faça seu Comentário

Todos os comentários são lidos e moderados previamente
São publicados aqueles que respeitam as regras abaixo:

- Seu comentário precisa ter relação com o assunto da matéria
- Não serão aceitos comentários difamatórios
- Em hipótese alguma faça propaganda de outros sites ou blogs

OBS.: Comentários dos leitores não refletem as opiniões do IN

2010 - Portal Ipu Notícias . Todos os Direitos Reservado. - Desenvolvido por Fagner Freire