Você está em: CEARA // Notícia de Fagner Freire // 26 de maio de 2021

 


A Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE) realizou a prisão de um homem suspeito de crime contra a fé pública, na tarde dessa segunda-feira (24), no bairro Barroso – Área Integrada de Segurança 3 (AIS 3) de Fortaleza. O homem foi encontrado realizando um serviço de solda na carcaça de um veículo, no intuito de adulterar o seu chassi. A ação ocorreu na BR-116.

A equipe da PCCE realizava uma investigação na BR-116, quando observou o suspeito identificado como Leonilson Viana (50), sem antecedentes criminais, realizando um serviço de solda na carcaça de um veículo. Após averiguação, os policiais constataram que o homem realizou uma adulteração tipo transplante em um automóvel da sucata. A adulteração tipo transplante consiste em retirar a peça onde fica o sinal identificador, o chassi, e o colocar em outro veículo com a finalidade de dar vida a um carro sinistrado. O procedimento só pode ser feito com autorização prévia do Departamento Estadual de Trânsito (Detran).

O suspeito, bem como o veículo apreendido, foram conduzidos à Delegacia de Roubos e Furtos de Veículos e Cargas (DRFVC), unidade da PCCE, onde ele foi autuado em flagrante por adulterar ou remarcar número de chassi ou qualquer sinal identificador de veículo. A Polícia Civil dará continuidade às investigações com o objetivo de identificar outros carros que possam ter sido adulterados pelo suspeito.

 

 

(SSPDS)

Caderno: CEARA
Obs.: Os comentários abaixo postados, não refletem as opiniões do Ipu Notícias
Comentários
0 Comentários

0 comentários

Faça seu Comentário

Todos os comentários são lidos e moderados previamente
São publicados aqueles que respeitam as regras abaixo:

- Seu comentário precisa ter relação com o assunto da matéria
- Não serão aceitos comentários difamatórios
- Em hipótese alguma faça propaganda de outros sites ou blogs

OBS.: Comentários dos leitores não refletem as opiniões do IN

2010 - Portal Ipu Notícias . Todos os Direitos Reservado. - Desenvolvido por Fagner Freire