Você está em: CEARA // Notícia de Fagner Freire // 31 de julho de 2021

 


A Polícia Civil do Estado do Ceará (PC-CE) indiciou dois homens por homicídio culposo – quando não há a intenção de matar – pela morte de uma mulher de 22 anos, ocorrida no último dia 5 de julho, no açude Trussu, localizado entre os municípios de Iguatu e Jucás – Área Integrada de Segurança 21 (AIS 21) do Estado. As investigações da Polícia Civil reuniram indícios suficientes do crime e apontaram o proprietário e o condutor do veículo, que é cunhado da vítima, como indiciados.

O acidente que resultou na morte da jovem de 22 anos aconteceu após a vítima cair de uma moto aquática em um açude na localidade de Sítio Suassuna. No momento do fato, o cunhado da vítima, de 45 anos, guiava o veículo. Levantamentos da investigação apontam que a mulher estava como passageira no veículo guiado pelo cunhado e foi arremessada do veículo. O fato ocorreu durante uma manobra, de acordo com as apurações policiais. Letícia sofreu lesões graves e foi conduzida a uma unidade hospitalar da região, vindo a óbito no dia seguinte do acidente.

As apurações confirmaram que o condutor da motocicleta aquática não possuía habilitação para guiar o veículo, assim como o proprietário da moto aquática, de 27 anos. Por esta razão, a autoridade policial entendeu que o proprietário, por efetivar a entrega irregular do veículo a pessoa não habilitada, assumiu assim, o risco de produzir a morte trágica. Os homens não tinham antecedentes criminais e foram indiciados por homicídio culposo, quando não há intenção de matar.

O inquérito foi encaminhado ao Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE) e ao Poder Judiciário, que farão análise dos elementos de informações colhidos no curso das investigações. Por outro lado, o Ministério da Defesa, por meio da Marinha do Brasil, responsável pelas fiscalizações das embarcações e habilitações, também apura os fatos administrativamente.

Denúncias

A população pode contribuir com as investigações repassando informações que auxiliem os trabalhos policiais. As denúncias podem ser feitas para o número 181, o Disque-Denúncia da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), ou para o (85) 3101-0181, que é o número de WhatsApp, por onde podem ser feitas denúncias via mensagem, áudio, vídeo e fotografia.

As denúncias também podem ser encaminhadas também para o telefone (88) 3581.0307, da Delegacia Regional de Iguatu. O sigilo e o anonimato são garantidos.

 

(SSPDS)

Caderno: CEARA
Obs.: Os comentários abaixo postados, não refletem as opiniões do Ipu Notícias
Comentários
0 Comentários

0 comentários

Faça seu Comentário

Todos os comentários são lidos e moderados previamente
São publicados aqueles que respeitam as regras abaixo:

- Seu comentário precisa ter relação com o assunto da matéria
- Não serão aceitos comentários difamatórios
- Em hipótese alguma faça propaganda de outros sites ou blogs

OBS.: Comentários dos leitores não refletem as opiniões do IN

2010 - Portal Ipu Notícias . Todos os Direitos Reservado. - Desenvolvido por Fagner Freire