Você está em: CEARA // Notícia de Anselmo // 8 de setembro de 2021

 


O cearense já está acostumado a conviver com o calor, mas a “quentura”, aquele "calor medonho", aumenta entre os meses de setembro e dezembro. É o chamado “B-R-O-Bró”, conhecido no Ceará por ser, historicamente, o período mais quente do ano. A explicação está na baixa umidade do ar devido à escassez de chuva.

Nessa época, os ventos mais intensos acabam ajudando a reduzir o desconforto do calor, conforme Meiry Sakamoto, gerente de meteorologia da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme). 

“Os ventos são afetados pela topografia, então, próximo ao Litoral, a velocidade tende a ser mais elevada do que no Interior do Estado. No final do ano, com o início das primeiras chuvas, a temperatura se torna um pouco mais amena”, completa. A pré-estação chuvosa cearense vai de dezembro a janeiro, enquanto a quadra chuvosa compreende os meses de fevereiro a maio. 

Segundo a especialista, é a proximidade da linha do Equador que justifica por que as temperaturas no Ceará costumam ser altas o ano todo. Porém, as temperaturas médias mais altas, de fato, são observadas nos meses B-R-O Bró, quando a estiagem predomina. 
 
O POVO
Caderno: CEARA
Obs.: Os comentários abaixo postados, não refletem as opiniões do Ipu Notícias
Comentários
0 Comentários

0 comentários

Faça seu Comentário

Todos os comentários são lidos e moderados previamente
São publicados aqueles que respeitam as regras abaixo:

- Seu comentário precisa ter relação com o assunto da matéria
- Não serão aceitos comentários difamatórios
- Em hipótese alguma faça propaganda de outros sites ou blogs

OBS.: Comentários dos leitores não refletem as opiniões do IN

2010 - Portal Ipu Notícias . Todos os Direitos Reservado. - Desenvolvido por Fagner Freire