Você está em: CEARA // Notícia de Anselmo // 7 de setembro de 2021


Pelo segundo ano consecutivo, devido aos protocolos da Covid-19, Fortaleza não terá o tradicional desfile cívico-militar de 7 de Setembro, no Dia da Independência. Em nota, o Comando da 10ª Região Militar (10ª RM) explica que haverá uma cerimônia interna alusiva à data.

Tradicionalmente, o desfile reúne milhares de pessoas na avenida Beira Mar, em Fortaleza. Em 2020, o evento também não ocorreu em razão do coronavírus. De acordo com o Exército, uma cerimônia sem público será realizada na quarta-feira, 8.

"Será um evento interno e sem a participação de público, seguindo todos os protocolos sanitários, a ser realizado nas Organizações Militares da Guarnição de Fortaleza, na manhã do dia 8 de setembro", informou a 10ª RM por meio de nota.

Em Brasília, o governo federal também não realizará o desfile. O evento costuma reunir populares e autoridades dos Três Poderes, na Esplanada dos Ministérios. O Ministério da Defesa informou que a comemoração do 199º aniversário da Proclamação da Independência acontecerá no Palácio da Alvorada, residência oficial do presidente da República, com restrição de público.

“A apresentação do tradicional desfile cívico está suspensa, ainda em razão da pandemia da Covid-19”, informa a pasta, acrescentando que a programação geral da solenidade no Alvorada será coordenada pela Presidência da República, e que as Forças Armadas realizarão apenas uma cerimônia de hasteamento da bandeira nacional.

Mesmo com desfiles suspensos para evitar aglomeração na pandemia, para o dia 7, atos em apoio ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido) estão programados em todo o País. Bolsonaro vem fazendo declarações em tom de ameaça nos últimos dias, afirmando que as manifestações serão um "ultimato" a "duas pessoas" que estariam atrapalhando seu governo e convocando a população às ruas. 

Na Capital cearense, a manifestação prevê carreata, motociata e bicicleata com ponto de partida do entorno do estádio Castelão. Questionada sobre os atos, a 10ª Região Militar disse apenas que "não se manifesta sobre assuntos políticos". O governador Camilo Santana (PT) criticou no sábado, 4, as pessoas que usam o dia 7 de Setembro para “estimular o ódio, a intolerância e o desrespeito à democracia”. 

O povo

 

Caderno: CEARA
Obs.: Os comentários abaixo postados, não refletem as opiniões do Ipu Notícias
Comentários
0 Comentários

0 comentários

Faça seu Comentário

Todos os comentários são lidos e moderados previamente
São publicados aqueles que respeitam as regras abaixo:

- Seu comentário precisa ter relação com o assunto da matéria
- Não serão aceitos comentários difamatórios
- Em hipótese alguma faça propaganda de outros sites ou blogs

OBS.: Comentários dos leitores não refletem as opiniões do IN

2010 - Portal Ipu Notícias . Todos os Direitos Reservado. - Desenvolvido por Fagner Freire