Você está em: NACIONAL // Notícia de Anselmo // 14 de outubro de 2021

Carolina Lopes de Almeida, de 93 anos, estava sendo velada na última sexta-feira (8), em Guiratinga (MT), quando familiares desconfiaram da morte da idosa ao notar que seu corpo permanecia quente. Para sanar a dúvida, os parentes decidiram chamar um médico, que constatou que, de fato, a mulher seguia com sinais de vida. As informações são do portal G1.

Inicialmente, a família e os amigos de Caluzinha, como era carinhosamente chamada, pensaram que seu corpo permanecia quente devido ao calor que fazia na cidade.

Após o médico ser acionado e confirmar que ela estava com sinais vitais, a idosa foi rapidamente encaminhada ao Hospital Oswaldo Cruz.

Instantes depois da chegada na unidade hospitalar, Caluzinha voltou a ser diagnosticada como morta.

No dia seguinte, ela foi novamente velada pelos entes queridos e posteriormente sepultada.

Abalados, os familiares preferem não dar mais detalhes sobre o ocorrido e tampouco disseram qual foi a causa da morte.

O hospital que deu a notícia do óbito pela primeira vez decidiu não ser pronunciar sobre o caso.

 G1

Caderno: NACIONAL
Obs.: Os comentários abaixo postados, não refletem as opiniões do Ipu Notícias
Comentários
0 Comentários

0 comentários

Faça seu Comentário

Todos os comentários são lidos e moderados previamente
São publicados aqueles que respeitam as regras abaixo:

- Seu comentário precisa ter relação com o assunto da matéria
- Não serão aceitos comentários difamatórios
- Em hipótese alguma faça propaganda de outros sites ou blogs

OBS.: Comentários dos leitores não refletem as opiniões do IN

2010 - Portal Ipu Notícias . Todos os Direitos Reservado. - Desenvolvido por Fagner Freire