Você está em: NACIONAL // Notícia de Anselmo // 27 de novembro de 2021


Um índice inédito medido pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) indica que a perda na qualidade de vida dos cearenses foi maior do que a média do Brasil entre os anos de 2017 e 2018.

Segundo o IBGE, o Índice de Perda de Qualidade de Vida (IPQV) identificado pela primeira vez no Ceará é de 0,189, enquanto a média do indicador no País, como um todo, é de 0,158. As medidas do IPQV vão de 0 a 1, sendo que, quanto mais perto de zero, menor a perda. Ou seja, a qualidade de vida no Ceará é menor do que no Brasil.

Os números foram divulgados nesta sexta-feira (26) e apontam para questões relacionadas à exclusão e marginalização de pessoas a direitos como: moradia, acesso a serviços de utilidade pública, saúde e alimentação, educação, acesso a serviços financeiros e padrão de vida, além de esporte e lazer.

A ausência de pessoas em unidades escolares, a insegurança alimentar e a falta de um banheiro exclusivo em uma residência são fatores que levam, segundo o órgão, ao crescimento desse índice.

 O POVO

Caderno: NACIONAL
Obs.: Os comentários abaixo postados, não refletem as opiniões do Ipu Notícias
Comentários
0 Comentários

0 comentários

Faça seu Comentário

Todos os comentários são lidos e moderados previamente
São publicados aqueles que respeitam as regras abaixo:

- Seu comentário precisa ter relação com o assunto da matéria
- Não serão aceitos comentários difamatórios
- Em hipótese alguma faça propaganda de outros sites ou blogs

OBS.: Comentários dos leitores não refletem as opiniões do IN

2010 - Portal Ipu Notícias . Todos os Direitos Reservado. - Desenvolvido por Fagner Freire