Você está em: CEARA // Notícia de Fagner Freire // 29 de novembro de 2021

 


O prefeito de Fortaleza José Sarto (PDT) informou neste domingo (28), por meio de redes sociais, que vai enviar à Câmara dos Vereadores um projeto de lei estabelecendo a obrigatoriedade de apresentação de passaporte de vacinação para a entrada em repartições e prédios públicos municipais.

"A exigência de comprovante de vacinação contra a Covid-19 tem dado bons resultados em Fortaleza, estimulando muita gente a buscar nossas unidades de saúde para tomar a vacina. Decidi estender essa medida para os órgãos municipais. Enviarei à Câmara Municipal projeto de lei estabelecendo essa obrigatoriedade para a entrada em repartições e prédios públicos da Prefeitura de Fortaleza", disse.

Segundo ele, a regra será a mesma para servidores, terceirizados, colaboradores, estagiários e cidadãos em geral, exceto nos casos de acesso a serviços essenciais como saúde, assistência social e educação, que terão condições específicas.

Réveillon

Neste sábado (27), Sarto anunciou que está descartada a possibilidade da realização de festa pública de réveillon em Fortaleza. Desta forma, a tradicional festa da virada no Aterro da Praia de Iracema não vai ocorrer pelo segundo ano consecutivo na capital cearense, em razão da pandemia de Covid-19.

"A prefeitura de Fortaleza não irá promover evento público de réveillon deste ano, embora a vacinação contra a Covid-19 vá bem e os números de internações e óbitos sigam estáveis em níveis baixos. Até chegamos a considerar a possibilidade de realizar nossa tradicional festa da virada, se a situação permitisse, mas não podemos relaxar, sob pena de colocarmos todo o trabalho feito até aqui a perder. O cenário internacional é preocupante e estamos em alerta", escreveu o gestor municipal em uma publicação nas redes sociais.

A decisão da prefeitura saiu um dia depois de o governador Camilo Santana anunciar que grandes eventos de réveillon estão proibidos em todo o estado em 2021.

No Ceará, 74,2% da população receberam duas doses da vacina ou a dose única e são considerados imunizados contra a Covid-19, conforme o Governo do Estado; 87,46% dos cearenses receberam ao menos a primeira dose. 

 

 (G1/CE)

 

Caderno: CEARA
Obs.: Os comentários abaixo postados, não refletem as opiniões do Ipu Notícias
Comentários
0 Comentários

0 comentários

Faça seu Comentário

Todos os comentários são lidos e moderados previamente
São publicados aqueles que respeitam as regras abaixo:

- Seu comentário precisa ter relação com o assunto da matéria
- Não serão aceitos comentários difamatórios
- Em hipótese alguma faça propaganda de outros sites ou blogs

OBS.: Comentários dos leitores não refletem as opiniões do IN

2010 - Portal Ipu Notícias . Todos os Direitos Reservado. - Desenvolvido por Fagner Freire