Você está em: CEARA // Notícia de Anselmo // 20 de dezembro de 2021


 Um levantamento da Superintendência de Obras Públicas do Ceará (SOP) aponta que 79,70% das rodovias estaduais do Ceará (CEs) estão em boas condições. Isso representa 6.863,52 km dos 8.611,70 km de rodovias nos 184 municípios.


Os dados constam na edição 2021 do Levantamento Visual Contínuo (LVC), monitoramento de defeitos de superfície de pavimento executado anualmente pelo órgão. A análise deste ano, que leva em conta o crescimento contínuo da malha viária estadual, aponta, na comparação com 2019, incremento de 1.100 km para o coceito “bom”.

Este resultado representa ampliação de 8,79 pontos percentuais na classificação de qualidade “boa” em 2021 na comparação com 2019. Por outro lado, foi registrada drástica queda no percentual do conceito “péssimo”, que em 2021 foi de 0,30% da extensão das CEs (25,84 km). Na mesma tabela, o conceito “ruim” caiu para 5,06% e o “regular”, para 14,94%.

O Levantamento Visual Contínuo, realizado este ano entre agosto e novembro, utiliza um sistema informatizado, que automatiza a coleta de dados no veículo que percorre toda a extensão de todas as CEs. Durante esse procedimento também é realizado o Levantamento Georreferenciado e Fotográfico (LGF) das rodovias sob jurisdição da SOP. O veículo trafega a uma velocidade média de 40 km/h, capturando imagens e o cadastro dos defeitos são processadas para obtenção de uma nota associada a uma escala de qualidade.



G1 CE

Caderno: CEARA
Obs.: Os comentários abaixo postados, não refletem as opiniões do Ipu Notícias
Comentários
0 Comentários

0 comentários

Faça seu Comentário

Todos os comentários são lidos e moderados previamente
São publicados aqueles que respeitam as regras abaixo:

- Seu comentário precisa ter relação com o assunto da matéria
- Não serão aceitos comentários difamatórios
- Em hipótese alguma faça propaganda de outros sites ou blogs

OBS.: Comentários dos leitores não refletem as opiniões do IN

2010 - Portal Ipu Notícias . Todos os Direitos Reservado. - Desenvolvido por Fagner Freire