Você está em: NACIONAL // Notícia de Anselmo // 13 de dezembro de 2021








 
Doses de reforço das vacinas contra a covid-19 restauram significativamente a proteção contra quadros leves da doença causada pela variante Ômicron. Em partes, revertendo uma queda acentuada na eficácia dos imunizantes, disse a Agência de Segurança de Saúde do Reino Unido (UKHSA, na sigla em inglês) na sexta-feira, 10.


Essas primeiras descobertas preliminares de uma análise do mundo real são alguns dos primeiros dados sobre a proteção contra a nova cepa que não vêm de estudos de laboratório - que também mostraram atividade neutralizante reduzida.


"Esses resultados devem ser tratados com cautela, mas indicam que alguns meses após a segunda dose, há um risco maior de contrair a variante Ômicron em comparação com a cepa Delta", disse a Mary Ramsay, chefe de imunização do UKHSA.


Ela também afirmou que, com uma injeção de reforço, se espera que a proteção contra doenças graves seja elevada. "Os dados obtidos indicam que o risco é diminuído após uma vacina de reforço, por isso incentivo todos a tomarem sua dose de reforço quando elegíveis."

O POVO
Caderno: NACIONAL
Obs.: Os comentários abaixo postados, não refletem as opiniões do Ipu Notícias
Comentários
0 Comentários

0 comentários

Faça seu Comentário

Todos os comentários são lidos e moderados previamente
São publicados aqueles que respeitam as regras abaixo:

- Seu comentário precisa ter relação com o assunto da matéria
- Não serão aceitos comentários difamatórios
- Em hipótese alguma faça propaganda de outros sites ou blogs

OBS.: Comentários dos leitores não refletem as opiniões do IN

2010 - Portal Ipu Notícias . Todos os Direitos Reservado. - Desenvolvido por Fagner Freire