Você está em: CEARA // Notícia de Fagner Freire // 7 de janeiro de 2022

 


O anúncio do novo decreto que restringe a realização de shows com mais de 500 pessoas e diminui a capacidade para festas, deve gerar impacto importante no setor de eventos. Em meio ao aumento no número de casos de doenças relacionadas às síndromes respiratórias, como gripe e covid, o Governo do Ceará resolveu cancelar as festas de rua do Pré-Carnaval e do Carnaval em 2022.

Segundo entendimento da presidente do Sindicato das Empresas Organizadoras de Eventos e Afins do Estado do Ceará (Sindieventos-CE), Circe Jane Teles, o retrocesso no decreto impacta diretamente diversos eventos sociais, culturais e festivos, além do planejamento de eventos corporativos, que é um mercado que fica mais aquecido a partir de março. Segundo ela, o decreto chega justo no momento em que o setor vinha avançando gradualmente e remarcando festas e eventos, reaquecendo a atividade.

“Desde o fim do ano passado, o setor vinha avançando bem, com expectativas positivas de continuar a retomada gradual. Esse retrocesso nos pegou desprevenidos, pois não esperávamos uma contaminação como essa, mesmo com a vacinação avançada, esse novo surto de gripe acabou prejudicando o contexto”, afirma.

No novo decreto, que entrou em vigor ontem, está reduzida a capacidade de eventos a 10% do limite estabelecido anteriormente. Festas com controle de acesso, como casamentos, formaturas, aniversários e eventos corporativos terão limite de 250 pessoas em ambientes fechados e 500 pessoas em ambientes abertos. Além disso, ficam suspensos todos os eventos de Carnaval e Pré-Carnaval em todo o Estado. Medidas valem por 30 dias.

Ontem, pelas redes sociais, vários eventos privados, ligados ao Pré-Carnaval, que estavam previstos para serem realizados a partir deste fim de semana, começaram a ser cancelados ou adiados.

Por meio de nota, a organização do Bloquinho de Verão, evento festivo que seria realizado no Colosso, informou que as vendas e realização do evento estão suspensas. “Em breve, serão analisados todos os procedimentos possíveis e anunciaremos mais informações. Por ora, nos resta lamentar (…) Estamos na torcida para que o cenário mude e que venham novas orientações para seguir com nossa programação.”

O bloco de carnaval Luxo da Aldeia que também faria apresentação neste sábado, no palco do BNB Clube, em Fortaleza, também informou que suspendeu o evento em razão dos novos protocolos contra a Covid-19.

Sede de alguns eventos no período de Pré-Carnaval, as barracas de praia também foram impactadas. Fátima Queiroz, presidente da Associação dos Empresários da Praia do Futuro, destaca que as barracas que já possuíam agenda neste sentido são minoria e as maiores certamente buscarão se adaptar ao decreto. Ela enfatiza ainda que chegou a esperar por restrição maior. “No tocante às festas, apenas umas três barracas concentram uma grande quantidade de pessoas, as demais concentram público durante a manhã e tarde, acredito que podemos nos adaptar bem”.

Já a organização do show “Violivoz”, com Geraldo Azevedo e Chico César, que seria realizado em 22 de janeiro anunciou a remarcação do espetáculo para o dia 21 de abril. Informou ainda que os ingressos já adquiridos serão válidos para a nova data.

O Sana Reencontro, feira voltada ao público geek, evento marcado para os próximos dias 22 e 23 de janeiro foi compulsoriamente adiado para os dias 9 e 10 de abril. Em nota, a organização do evento  destacou que “é a favor das medidas a fim de evitar a disseminação da Covid-19 e comemorou a obrigatoriedade do passaporte vacinal para a entrada em eventos, pois sentiu que a segurança oferecida no festival seria ainda maior. Dessa forma, lamenta a nova medida, que é alheia à vontade de todos, visto que em vários outros segmentos os encontros continuarão a ocorrer sem o mesmo rigor, como eventos esportivos, cultos religiosos, festas em bares, shoppings centers, dentre outros. “

No pronunciamento nas redes sociais em que anunciou as novas restrições, Camilo destacou a preocupação com aglomerações em festas. “Atualmente, são 5 mil pessoas para ambientes abertos e 2.500 para ambientes fechados. Estamos reduzindo justamente porque indicadores mostram que as festas estão aumentando a transmissão do vírus”, detalhou o governador. Ele frisou ainda que todos os eventos devem incluir todos os protocolos sanitários, como a cobrança do passaporte de vacinação.

 

 (FCDL)

Caderno: CEARA
Obs.: Os comentários abaixo postados, não refletem as opiniões do Ipu Notícias
Comentários
0 Comentários

0 comentários

Faça seu Comentário

Todos os comentários são lidos e moderados previamente
São publicados aqueles que respeitam as regras abaixo:

- Seu comentário precisa ter relação com o assunto da matéria
- Não serão aceitos comentários difamatórios
- Em hipótese alguma faça propaganda de outros sites ou blogs

OBS.: Comentários dos leitores não refletem as opiniões do IN

2010 - Portal Ipu Notícias . Todos os Direitos Reservado. - Desenvolvido por Fagner Freire