Você está em: NACIONAL // Notícia de Anselmo // 29 de janeiro de 2022




O deputado Filippe Poubel (PSL) usou as redes sociais para pedir ao Supremo Tribunal Federal a prisão da cantora Anitta após o público da artista xingar o presidente Jair Bolsonaro (PL) durante ensaio do "Bloco da Anitta", no Rio de Janeiro. Segundo o parlamentar, a cantora cometeu "crimes contra a honra".

Em determinado momento, os fãs puxaram um coro contra o presidente. Como resposta, a cantora afirmou que "a voz do povo é a voz de Deus". Em publicação, o deputado acusou Anitta de calúnia, difamação e injúria. Poubel afirmou ainda que a cantora deve ser presa com base nos artigos 138 a 145 do Código Penal.

No entanto, o artigo da lei mencionado pelo parlamentar foi revogado em setembro de 2021. A legislação vem sendo usada pelo governo federal para tentar silenciar críticos a Bolsonaro, algo semelhante ao que aconteceu com o blogueiro Felipe Neto, intimado a depor por ter chamado o presidente de “genocida” em crítica à condução da pandemia de Covid-19.

O povo
Caderno: NACIONAL
Obs.: Os comentários abaixo postados, não refletem as opiniões do Ipu Notícias
Comentários
0 Comentários

0 comentários

Faça seu Comentário

Todos os comentários são lidos e moderados previamente
São publicados aqueles que respeitam as regras abaixo:

- Seu comentário precisa ter relação com o assunto da matéria
- Não serão aceitos comentários difamatórios
- Em hipótese alguma faça propaganda de outros sites ou blogs

OBS.: Comentários dos leitores não refletem as opiniões do IN

2010 - Portal Ipu Notícias . Todos os Direitos Reservado. - Desenvolvido por Fagner Freire