Você está em: NACIONAL // Notícia de Fagner Freire // 28 de janeiro de 2022

 


Quem acorda cedo percebeu que, esta semana, o amanhecer no Rio está diferente. O crepúsculo ganhou um tom rosado-arroxeado que rendeu belas imagens.

A cor vibrante no céu nada tem a ver com as temperaturas altas da semana — nesta quinta-feira (27), a máxima bateu 40°C na Barra da Tijuca. A culpa é do vulcão de Tonga.

A erupção, no último dia 15, cuja força superou a de uma bomba atômica e detonou um tsunami devastador, também mexeu com o céu. A fumaça expelida pelo cone submarino “viajou” pelo Pacífico Sul e, 13 mil quilômetros depois, chegou aos ares cariocas.

As partículas do vulcão de Tonga, quando iluminadas pelo sol, acabam “tingindo” o céu. No amanhecer e no entardecer, quando o astro-rei está baixo, surgem esses tons.

O fenômeno continuará por mais alguns dias, segundo a Climatempo. 

 

(G1)

Caderno: NACIONAL
Obs.: Os comentários abaixo postados, não refletem as opiniões do Ipu Notícias
Comentários
0 Comentários

0 comentários

Faça seu Comentário

Todos os comentários são lidos e moderados previamente
São publicados aqueles que respeitam as regras abaixo:

- Seu comentário precisa ter relação com o assunto da matéria
- Não serão aceitos comentários difamatórios
- Em hipótese alguma faça propaganda de outros sites ou blogs

OBS.: Comentários dos leitores não refletem as opiniões do IN

2010 - Portal Ipu Notícias . Todos os Direitos Reservado. - Desenvolvido por Fagner Freire