Você está em: CEARA // Notícia de Fagner Freire // 17 de fevereiro de 2022

 


O Ceará registrou um aumento de 153% no número de notificações de casos de arboviroses como dengue, chikungunya e zika vírus na comparação das cinco primeiras semanas deste ano com o mesmo período de 2021. O salto foi de 738 para 1.869 ocorrências das doenças.

Conforme a Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa), o município de Barbalha, na região do Cariri, é o que apresenta maior incidência de notificações no intervalo de tempo (579 casos por 100 mil habitantes)

A elevação das notificações foi puxada pelos casos suspeitos de dengue, que cresceram de 667 para 1.470; e de chikungunya, com salto de 66 para 392 casos. As notificações de zika caíram de 15 para sete.

No cenário de crescimento das notificações, outros municípios da região do Cariri são monitorados pela Sesa diante do potencial de alta transmissão. São eles: Juazeiro do Norte, Crato e Brejo Santo. A alta dos casos de chikungunya inspiram maior cuidado pela gravidade e pelas sequelas da doença. 

 

(G1/CE)


Caderno: CEARA
Obs.: Os comentários abaixo postados, não refletem as opiniões do Ipu Notícias
Comentários
0 Comentários

0 comentários

Faça seu Comentário

Todos os comentários são lidos e moderados previamente
São publicados aqueles que respeitam as regras abaixo:

- Seu comentário precisa ter relação com o assunto da matéria
- Não serão aceitos comentários difamatórios
- Em hipótese alguma faça propaganda de outros sites ou blogs

OBS.: Comentários dos leitores não refletem as opiniões do IN

2010 - Portal Ipu Notícias . Todos os Direitos Reservado. - Desenvolvido por Fagner Freire