Você está em: CEARA // Notícia de Fagner Freire // 17 de fevereiro de 2022

 


Na última quarta-feira (16/02), o Conselho de Sentença da 4ª Vara do Júri da Comarca de Fortaleza sentenciou o réu Francisco César Menezes da Silva à pena de 32 anos de reclusão pelo crime de feminicídio, isto é, homicídio qualificado por motivo torpe utilizando meio cruel e recurso que impossibilitou ou dificultou a defesa da vítima. O acusado foi levado a júri após denúncia apresentada pelo Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE), na qual consta que o denunciado matou, com cerca de 25 golpes de faca, a ex-companheira M.F.C.S., no dia 26 de novembro de 2018.  

O crime ocorreu na casa onde o ex-casal residia, no bairro Cristo Redentor, em Fortaleza, após o autor do crime insistir em reatar o relacionamento que havia sido rompido definitivamente dias antes do ocorrido. O ciclo de violência constante já havia sido constatado por meio de registro de ocorrência feito cerca de dois dias antes do feminicídio. 

O caso faz parte do programa “Tempo de Justiça” com julgamento ocorrido antes de dois anos após a prática do crime. O Programa é uma parceria entre o MPCE, o Tribunal de Justiça do Estado do Ceará, a Defensoria Pública do Estado do Ceará e a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social, com apoio técnico da Vice-Governadoria do Estado. 



(MPCE)

Caderno: CEARA
Obs.: Os comentários abaixo postados, não refletem as opiniões do Ipu Notícias
Comentários
0 Comentários

0 comentários

Faça seu Comentário

Todos os comentários são lidos e moderados previamente
São publicados aqueles que respeitam as regras abaixo:

- Seu comentário precisa ter relação com o assunto da matéria
- Não serão aceitos comentários difamatórios
- Em hipótese alguma faça propaganda de outros sites ou blogs

OBS.: Comentários dos leitores não refletem as opiniões do IN

2010 - Portal Ipu Notícias . Todos os Direitos Reservado. - Desenvolvido por Fagner Freire