Você está em: CEARA // Notícia de Fagner Freire // 24 de março de 2022

 O Hospital Leonardo da Vinci é uma das unidades de referência para tratamento de Covid-19 no Ceará. (foto: Julio Caesar/ O POVO)

Nessa terça-feira, 22, o Ceará registrou 27,71% de ocupação dos leitos intensivos para pacientes com Covid-19. Na data, 314 vagas de Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) estavam ativas para receber cearenses com o coronavírus. A taxa desta semana é a menor registrada desde 29 de setembro do ano passado, quando estavam ocupados 26,54% dos leitos intensivos.

A taxa de ocupação é a proporção de pessoas internadas em relação ao total de vagas disponíveis. Assim, a cifra varia não só em relação ao número de pessoas que são infectadas e necessitam de tratamento hospitalar, mas também devido ao número variável de leitos ativos. Em 2022, o total de leitos de UTI para Covid-19 no Ceará variou entre o máximo de 682 e o mínimo de 199, de acordo com a demanda.

Conforme dados atualizados às 11h12min desta quinta-feira, 24, o Estado tem 216 leitos de UTI ativos e uma ocupação de 29,36%.

A Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa) afirma que "tem observado redução persistida na pressão assistencial por leitos Covid-19 desde a segunda quinzena de fevereiro de 2022". "Isso é uma consequência natural da diminuição da circulação viral da variante Ômicron, que ocasionou a terceira onda da pandemia no Estado", explica a secretária executiva de Atenção à Saúde e Desenvolvimento Regional da Sesa, Tânia Mara Coelho.

Segundo a gestora, a Pasta realiza trabalho contínuo de readequação dos leitos em todas as regiões do Estado, "adaptando as vagas para outros perfis de pacientes, como aqueles das cirurgias eletivas, por exemplo". Os procedimentos cirúrgicos não emergenciais haviam sido suspensos durante o pico da terceira onda da pandemia, mas já foram retomados.

Nos leitos de enfermaria, a ocupação atual é de 26,61%. Ao todo, 372 vagas estão aptas a receber pacientes com Covid-19 no Ceará. Neste ano, esse número variou entre 1.745 e 324 leitos de enfermaria ativos.

Variação do número de leitos

Desde o início da pandemia de Covid-19 no Ceará, o Estado chegou a ter, no dia 6 de abril de 2021, o máximo de 1.717 leitos de UTI disponíveis para pacientes com complicações da doença. Já o mínimo foi de 38 leitos ativos, no dia 26 de novembro daquele ano. A taxa de ocupação em unidades intensivas variou entre 94,26% (em 19 de abril de 2021) e 26,54% (em 29 de setembro de 2021). 

Os números referentes ao leitos de enfermaria variaram de forma semelhante. Em 6 de abril do ano passado, eram 3.648 vagas ativas. Em 27 de novembro, eram apenas 146. O pico de ocupação (83,94%) aconteceu em 20 de abril de 2021. Já a menor taxa (12,29%) é do dia 31 de outubro daquele ano.

Tânia Mara afirma que ainda é necessário manter um número reduzido de leitos Covid-19 para pacientes já internados e "também como um backup de segurança para possíveis novas internações". Segundo ela, alguns leitos permanecem ocupados, na sua maioria, por pacientes mais idosos ou com comorbidades, ou ainda aqueles sem o ciclo vacinal atualizado.

Em 2022, 4.414 cearenses foram hospitalizados devido a Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) por Covid-19. A maioria (62,4%) são pessoas acima dos 60 anos de idade. Além disso, do total de hospitalizados por coronavírus neste ano, 1.402 (41,9%) têm alguma doença cardiovascular e 950 (28,4%) apresentam diabetes. Os dados sobre o perfil dos pacientes internados são de boletim epidemiológico divulgado pela Sesa no último dia 17. (Colaborou Gabriela Custódio)

Nota: a fim de abranger dados de toda a pandemia de Covid-19 no Ceará, O POVO utilizou nesta matéria dados referentes a internações por "Síndromes Respiratórias Agudas Graves (SRAG) Covid ou não Covid-19", disponibilizados pela Sesa por meio do IntegraSUS. A Secretaria passou a diferenciar casos Covid-19 e casos SRAG (não Covid-19) a partir de janeiro de 2022.

 

 

(O Povo)

Caderno: CEARA
Obs.: Os comentários abaixo postados, não refletem as opiniões do Ipu Notícias
Comentários
0 Comentários

0 comentários

Faça seu Comentário

Todos os comentários são lidos e moderados previamente
São publicados aqueles que respeitam as regras abaixo:

- Seu comentário precisa ter relação com o assunto da matéria
- Não serão aceitos comentários difamatórios
- Em hipótese alguma faça propaganda de outros sites ou blogs

OBS.: Comentários dos leitores não refletem as opiniões do IN

2010 - Portal Ipu Notícias . Todos os Direitos Reservado. - Desenvolvido por Fagner Freire