Você está em: CEARA // Notícia de Anselmo // 13 de abril de 2022

 

 
As Polícias Civil e Militar do Ceará apreenderam quase 1,3 tonelada de drogas no primeiro trimestre deste ano. De acordo com a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), isso representa aumento de 31% de apreensões em relação ao mesmo período de 2021. Foram tirados de circulação no Estado 1.292,50 kg de cocaína, crack e derivados de cannabis.

Os dados divulgados nesta segunda-feira, 11, pela pasta da Segurança foram compilados pela Gerência de Estatística e Geoprocessamento (Geesp) da Superintendência de Pesquisa e Estratégia de Segurança Pública (Supesp/SSPDS).

A SSPDS também informou aumento de 18,6% em apreensão de armas. Foram retiradas de circulação 1.759 armas de fogo no primeiro trimestre deste ano. Em 2021, foram apreendidas 1.486 armas. Já a retração de roubo de veículos em Fortaleza foi 19,3%, caindo de 1.272 casos em 2022 para 1.027 casos no primeiro trimestre de 2021. Outro dado importante o de redução de mortes violentas na Região Metropolitana: 33,3% em Caucaia. Foram registrados 18 homicídios entre janeiro e março deste ano. Em 2021, foram 27.

Titular da pasta, Sandro Caron destaca a descapitalização dos grupos criminosos que vendem esse material ilícito como ação essencial no combate ao narcotráfico. Isso porque muitos desses grupos têm na venda desse material a principal fonte de renda. "Esse trabalho é fruto da integração das nossas Polícias com o apoio das áreas de inteligência e o uso da tecnologia. Nosso intuito é trabalhar para reprimir o narcotráfico, pois desta forma estaremos colaborando muito para a redução de vários crimes graves", afirma.

O coronel comandante-geral da Polícia Militar do Ceará (PMCE), Márcio Oliveira, explica que o trabalho integrado é possível devido às ações ostensivas e preventivas das equipes. "O Sistema de Segurança Pública e suas vinculadas trabalham no combate ao tráfico de drogas, e isso tem um resultado positivo não só nas apreensões de entorpecentes, mas também em prisões e apreensões de pessoas envolvidas com esse crime", diz.

"Esse trabalho seguirá sendo mantido e essa pressão operacional também", continua o comandante-geral da PMCE. "A Polícia Militar continuará sempre dando a sua contribuição no que mais sabe realizar: patrulhamentos ostensivos e capturas qualificadas para contribuir ainda mais com a redução dos indicadores e melhorar a sensação de segurança dos cearenses”.

 
(O Povo)

Caderno: CEARA
Obs.: Os comentários abaixo postados, não refletem as opiniões do Ipu Notícias
Comentários
0 Comentários

0 comentários

Faça seu Comentário

Todos os comentários são lidos e moderados previamente
São publicados aqueles que respeitam as regras abaixo:

- Seu comentário precisa ter relação com o assunto da matéria
- Não serão aceitos comentários difamatórios
- Em hipótese alguma faça propaganda de outros sites ou blogs

OBS.: Comentários dos leitores não refletem as opiniões do IN

2010 - Portal Ipu Notícias . Todos os Direitos Reservado. - Desenvolvido por Fagner Freire