Você está em: CEARA // Notícia de Anselmo // 28 de maio de 2022

 
Um dos 19 veículos atingidos pelo caminhão em 2018 foi prensado contra um poste. — Foto: Arquivo pessoal

Um motorista foi condenado, nesta quinta-feira (26), a nove anos de prisão por matar duas pessoas e ferir oito em acidente na Avenida Osório de Paiva, em Fortaleza. O caso ocorreu em julho de 2018, e o condutor estava embriagado. O acidente ocorreu quando Fabiano Queiroz Silva, com 32 anos na época, perdeu o controle do caminhão e atropelou diversas pessoas na via. Na ocasião, foram atingidos 19 veículos, entre carros e motocicletas. A cena foi registrada por câmera de segurança.

O Tribunal da 1ª Vara do Júri de Fortaleza acatou integralmente as teses do Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE) e sentenciou o motorista por dois homicídios consumados e oito tentados sob dolo eventual. Para o órgão, o condutor "consentiu com os resultados" produzidos no acidente.

Segundo o MPCE, o réu trabalhava como motorista para uma empresa de eventos e voltava do expediente após consumir bebida alcoólica. O condutor levava carga de mais de duas toneladas na carroceria quando provocou a ação.

Em 2018, a Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) divulgou haver duas mortes e 13 feridos. O g1 questionou o MPCE acerca do número de feridos, dado que a sentença se refere a oito pessoas atingidas, mas não obteve resposta até a publicação desta matéria. O órgão apontou ainda 20 veículos danificados pelo motorista — um a mais que o divulgado pela autarquia.


Como foi o acidente
Testemunhas relataram, à época, que o acidente lembrou cenas de filme de terror. O caminhão arrastou diversos veículos e pessoas pela via, e um criminoso ainda teria aproveitado a situação para furtar a motocicleta de uma vítima.


Uma comerciante escapou do acidente porque o carro dela bateu em um poste, o que teria ajudado a amenizar o impacto da colisão. Apesar de ter sobrevivido, ela visualizou pessoas mortas e com partes do corpo arrancadas no local.



Após o acidente, o motorista do caminhão foi levado sob custódia da polícia para o hospital Instituto Dr. José Frota (IJF). Ele foi autuado na Lei Seca posteriormente. No período, a Avenida Osório de Paiva era considerada uma das vias mais perigosas de Fortaleza. Para deixá-la mais segura, houve implantação de semáforo e redução da velocidade no local para 50 quilômetros por hora (km/h).
 
G1 CE
Caderno: CEARA
Obs.: Os comentários abaixo postados, não refletem as opiniões do Ipu Notícias
Comentários
0 Comentários

0 comentários

Faça seu Comentário

Todos os comentários são lidos e moderados previamente
São publicados aqueles que respeitam as regras abaixo:

- Seu comentário precisa ter relação com o assunto da matéria
- Não serão aceitos comentários difamatórios
- Em hipótese alguma faça propaganda de outros sites ou blogs

OBS.: Comentários dos leitores não refletem as opiniões do IN

2010 - Portal Ipu Notícias . Todos os Direitos Reservado. - Desenvolvido por Fagner Freire