Você está em: CEARA // Notícia de Fagner Freire // 15 de junho de 2022

 Adolescente foi filmado enquanto usava o banheiro da escola, em Fortaleza.  — Foto: Reprodução/TV Verdes Mares

Um adolescente foi filmado enquanto usava o banheiro da escola que estuda nesta segunda-feira (13) em Fortaleza. O vídeo do momento íntimo chegou a ser compartilhado entre colegas da escola. Segundo a mãe do jovem, o caso de bullying só foi descoberto depois que outros pais entraram em contato com ela para falar sobre o caso, já que o filho não havia comentado em casa sobre o ocorrido.

A mãe do adolescente disse, em entrevista à TV Verdes Mares, que o filho usava o banheiro quando olhou para cima e percebeu um celular filmando-o. Ela relatou que, imediatamente, o jovem abriu a porta do banheiro e viu um outro adolescente com o aparelho nas mãos. Ele exigiu que o conteúdo fosse apagado e foi até a coordenação relatar o ocorrido. O adolescente que fez a filmagem foi expulso da escola.

"O adolescente que estava fazendo a filmagem disse que tinha recebido a filmagem. Aí meu filho disse: 'pode apagar'. Aí um outro adolescente entrou e perguntou o que era que estava acontecendo e meu filho falou: 'estavam me filmando'. Aí foram até a coordenação do colégio para relatar o que houve e a surpresa é que quando chegaram na coordenação do colégio e a coordenação chamou os alunos envolvidos, eles disseram que já era uma prática, que eles já faziam isso com outras crianças, com outros adolescentes que entravam no banheiro", relata a mãe do adolescente vítima de bullying.

A mãe do adolescente filmado disse ainda que, depois que tomou conhecimento do caso, foi até a escola buscar esclarecimentos e exigiu uma atitude da coordenação.

"Eu fiquei apavorada porque eu já tive conhecimento de crianças que cometeram suicídio por conta disso, que entraram em depressão, com síndrome de pânico, por conta da exposição. E como meu filho é muito calado, eu fiquei realmente muito apreensiva. Fui para a escola perguntando qual seria a alternativa, o que eles iriam fazer com o adolescente e disseram que iriam suspender e, na verdade, eu disse que só a suspensão não adiantaria porque ele iria voltar a cometer isso", relatou. 

O colégio disse que chamou as famílias dos dois alunos para que tomassem conhecimento da situação, que prestou apoio psicológico ao aluno que foi vítima, e que a atitude não condiz com as orientações disciplinares compartilhadas pela escola.

"O autor responsável pela gravação – já em acompanhamento pela orientação educacional por ter recente histórico de indisciplina – acabou sendo afastado. Em que pese o fato de a família do estudante responsável pela filmagem tentar assegurar que o vídeo não havia sido compartilhado, o entendimento da escola após conversa com os responsáveis foi o de que seria o cenário mais apropriado para todos os envolvidos no caso", disse a escola em nota. 

O estudo revelou ainda que os principais motivos dos desrespeitos foram a aparência do corpo, do rosto e a cor/raça das vítimas. O IBGE informou também que 14% dos entrevistados assumiu já ter praticado bullying.

Marília Barreira, psicóloga, detalha situações que podem indicar que a criança ou o adolescente estar sofrendo bullying. "Uma criança que sempre se socializou bem, mas, de repente, não gosta mais de ir para a escola, já não quer mais brincar com outras crianças, já fica mais tímida, mais insegura nas relações sociais. Esses podem ser alguns pontos que podem fazer com que a gente suspeite", explica a psicóloga.

 

 (G1/CE)

Caderno: CEARA
Obs.: Os comentários abaixo postados, não refletem as opiniões do Ipu Notícias
Comentários
0 Comentários

0 comentários

Faça seu Comentário

Todos os comentários são lidos e moderados previamente
São publicados aqueles que respeitam as regras abaixo:

- Seu comentário precisa ter relação com o assunto da matéria
- Não serão aceitos comentários difamatórios
- Em hipótese alguma faça propaganda de outros sites ou blogs

OBS.: Comentários dos leitores não refletem as opiniões do IN

2010 - Portal Ipu Notícias . Todos os Direitos Reservado. - Desenvolvido por Fagner Freire