Você está em: NACIONAL // Notícia de Anselmo // 30 de junho de 2022


O economista Pedro Guimarães pediu demissão da presidência da Caixa Econômica Federal, nesta quarta-feira, após denúncias de assédio sexual. O Ministério Público Federal (MPF) investiga os casos, envolvendo funcionárias do banco. De acordo com fontes ouvidas pelo portal R7 no MPF, as diligências ocorrem sob sigilo na Procuradoria da República no Distrito Federal, já que Guimarães não conta com foro privilegiado. De acordo com as denúncias, os assédios ocorreram durante viagens para tratar de projetos da Caixa.

As diligências entraram na fase de coleta dos depoimentos e Guimarães ainda deve ser chamado para participar de uma oitiva. O MPF apura se o agora ex-presidente do banco se valeu do cargo, desde o início do mandato de Jair Bolsonaro, para coagir funcionárias subordinadas a ele.

Entre os relatos, existem acusações de aproximação física e toques indesejados. Pedro já é alvo de um processo por constranger funcionários, quando os obrigou a realizar flexões no horário de trabalho.

 

 

(O Povo)

Caderno: NACIONAL
Obs.: Os comentários abaixo postados, não refletem as opiniões do Ipu Notícias
Comentários
0 Comentários

0 comentários

Faça seu Comentário

Todos os comentários são lidos e moderados previamente
São publicados aqueles que respeitam as regras abaixo:

- Seu comentário precisa ter relação com o assunto da matéria
- Não serão aceitos comentários difamatórios
- Em hipótese alguma faça propaganda de outros sites ou blogs

OBS.: Comentários dos leitores não refletem as opiniões do IN

2010 - Portal Ipu Notícias . Todos os Direitos Reservado. - Desenvolvido por Fagner Freire