Você está em: CEARA // Notícia de Fagner Freire // 20 de julho de 2022

 Mulher fingia que fazia parte de um projeto de atendimento a pessoas com autismo e prometia ajudar as famílias a conseguirem o benefício. — Foto: Kilvia Muniz/TV Verdes Mares

Uma mulher foi presa nesta terça-feira (20) suspeita de extorquir e ameaçar mães de pessoas com Transtorno do Espectro do Autismo (TEA) no Bairro São Gerardo, em Fortaleza. Ela oferecia serviços para conseguir o benefício que é direito garantido por lei a famílias de pessoas com TEA. Como pagamento, a mulher exigia 50% do retroativo e 50% das parcelas recebidas pelas famílias durante o período de um ano.

A prisão ocorreu, segundo a Polícia Civil, após uma mãe procurar uma delegacia e informar que era ameaçada pela suspeita. A vítima relatou que a mulher chegou a intimidá-la dizendo que "a situação ficaria muito complicada" caso ela não recebesse o dinheiro cobrado.

A polícia investigou e descobriu que a criminosa se aproximava das mães, fingia fazer parte de um projeto de atendimento a pessoas com autismo e prometia ajudar as famílias a conseguirem o benefício.

"Nós conseguimos efetuar a prisão em flagrante em frente a uma agência bancária no exato momento em que a mesma constrangia, mediante a grave ameaça e exigia a vítima que ela pagasse metade do benefício que fazia jus ao filho dela, menor de idade, portador de autismo. A quantia era aproximada de R$ 7 mil e ela queria receber 50% desse valor. Diante da negativa da vítima, ela começou a praticar extorsão no momento em que foi presa pela nossa equipe", disse a delegada Malake Waked, que está à frente das investigações.

Ainda segundo a delegada, a polícia teve acesso a um grupo em uma rede social com 53 pais e mães de crianças com autismo onde a mulher oferecia os serviços. Ela foi autuada em flagrante pelos crimes de extorsão e estelionato.

Como conseguir o benefício?

O Benefício de Prestação Continuada (BPC) é garantido por lei às famílias com pessoas com autismo. para conseguir, é necessário:

  • inscrição no Cadastro Único;
  • renda por pessoa do grupo familiar que seja igual ou menor que 1/4 do salário mínimo;
  • avaliação médica e social no Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

 

(G1/CE)

 

Caderno: CEARA
Obs.: Os comentários abaixo postados, não refletem as opiniões do Ipu Notícias
Comentários
0 Comentários

0 comentários

Faça seu Comentário

Todos os comentários são lidos e moderados previamente
São publicados aqueles que respeitam as regras abaixo:

- Seu comentário precisa ter relação com o assunto da matéria
- Não serão aceitos comentários difamatórios
- Em hipótese alguma faça propaganda de outros sites ou blogs

OBS.: Comentários dos leitores não refletem as opiniões do IN

2010 - Portal Ipu Notícias . Todos os Direitos Reservado. - Desenvolvido por Fagner Freire