Camilo Santana (PT) e Roberto Cláudio (PDT) trocaram farpas e críticas em entrevista e nas redes sociais.

 Governador Camilo Santana e o prefeito Roberto Cláudio durante anúncio de novas medidas de combate ao coronavírus no Ceará. — Foto: Reprodução

O candidato ao Senado Camilo Santana (PT) e o candidato ao Governo do Ceará Roberto Cláudio (PDT), tradicionais aliados políticos até o mês passado, trocaram farpas e críticas em entrevista e nas redes sociais.

O pedetista concedeu nesta segunda-feira (8) ao site Uol afirmando que está insatisfeito com a presença de facções criminosas no estado, além do desemprego e fome.

"Muito insatisfeito com facções criminosas, filas de exames, consultas e cirurgias, desemprego e fome. Ao passo que a liberdade e verdade pautarão as coisas boas, mas os problemas, serão acompanhados das devidas soluções. Não quero ser o crítico, mas apontar caminhos", afirmou o ex-prefeito de Fortaleza.

Ainda segundo Roberto Cláudio, o atual governo "lambe o problema da pobreza".

Camilo Santana lamentou que Roberto Cláudio inicie a corrida eleitoral o atacando e reforçou que Elmano é o melhor candidato para continuar o seu trabalho e da atual gestora Izolda Cela.

"Lamento que Roberto Cláudio já comece a campanha me atacando, simplesmente porque estamos em lados opostos nesta eleição. É mais digno assumir suas responsabilidades e não terceirizar culpa pelos problemas. Acredito que Elmano como governador será a pessoa certa para continuar…", afirmou o ex-gestor do estado.

Fim da aliança entre PT e PDT

A candidatura de Elmano ocorre após a ruptura da aliança entre PT e PDT no Ceará. Ciro Gomes, candidato à Presidência e principal liderança pedetista no estado, queria palanque com apoio integral à sua candidatura, sem dividir com os petistas, que apoiam Lula.

Com manobra política de Ciro, o nome de Roberto Cláudio foi posto como candidato ao Governo do Ceará, retirando da disputa a governadora Izolda Cela, também do PDT, defendida por petistas para concorrer à reeleição.

Com Izolda fora da eleição, petistas, liderados por Camilo Santana e com apoio de Lula, nomearam Elmano de Freitas como candidato.

No evento que homologou a candidatura de Elmano, Camilo fez um aceno a Cid Gomes, irmão de Ciro. "Quero dizer aqui que ninguém vai me separar do ex-governador Cid Gomes, que fez muito pelo Ceará." 

 

(G1/CE) 

Tags