Casal de artistas de rua; uma brasileira e um argentino, acampa na principal praça e o 'palco' os semáforos de Ipu

 


O repórter Francisco José traz uma história curiosa de um casal de artistas de rua, ela brasileira e ele argentino. Os dois estão acampados na principal praça do Ipu; A Praça Iracema. Pais de um bebê de pouco mais de 1 ano, os dois trabalham diariamente fazendo malabares nos semáforos da cidade. 

O casal não tem grandes ambições na vida, apesar das dificuldades de viver na rua, exibindo a arte e contando com a sensibilidade das pessoas em doarem alguns centavos de reais, e assim adquirem recursos para se manterem, poderem arcar com suas necessidades, que não são tantas, pois são felizes com o pouco e vivem do amor e da arte. 

Jéssica revelou para a nossa reportagem que conheceu o esposo argentino, aqui no Brasil, ele já era artista de rua, e partir desse encontro os dois nunca mais se largaram, ela inclusive morou com o marido no país de origem do mesmo, mas como lá as dificuldades, a crise alcançou patamares elevadíssimos, voltaram ao Brasil, em Russas (CE), nasceu o filhinho do casal, e os dois vivem de viajar pelo Brasil, e me disseram que gostam muito do Ipu, por ser uma terra de gente acolhedora generosa.

 

(repórter Francisco José)

Tags