Você está em: NACIONAL // Notícia de Edina Farias // 6 de agosto de 2022

 Relacionamento do casal teria durado seis meses

(foto: G1/Reprodução)

Uma mulher foi morta a facadas pelo namorado. O caso aconteceu nessa quinta-feira, 4, em Belo Horizonte, Minas Gerais. O crime ocorreu dois dias depois que Emilly Luíza Ferrete Fernandes, 25, prestou queixa e solicitou medida protetiva contra Thales Thomás do Vale, 29. De acordo com a Polícia Civil, o crime teria como motivação o ciúmes do homem após o fim do relacionamento do casal. As informações são do portal G1.

Em depoimento, o irmão da vítima, de 16 anos, contou como ocorreu a ação. "O portão de casa estava só com o cadeado passado. (Ele chegou) começou a pedir desculpas para minha irmã, mas ela não aceitou. Ele entrou e eu fui pegar um pedaço de pau para defender eu e minha irmã, ele começou a desferir os golpes contra ela, muitas facadas, ela caiu no chão, eu tentei cair por cima dela", contou o jovem, que também foi atingido.

O casal teria ficado junto por seis meses. A família da vítima informou que Thales mora nos Estados Unidos, mas que estava hospedado na casa de parentes do Brasil. O pai de Emilly conta que só conhecia o rapaz por foto e que, aparentemente, ele já tinha histórico agressivo. "Ela estava muito animada, empolgada, acho que ela ia para os Estados Unidos para ficar com ele. Já tinha tirado passaporte, estava fazendo aulas de inglês. Só que depois eles terminaram e ela não ia mais", contou o pai.

Segundo o pai, há cerca de um mês, o homem teria entrado em contato por vídeochamada com a ex-sogra fazendo ameaças. Emilly chegou a ser encaminhada para o Hospital Júlia Kubitschek, mas não resistiu aos ferimentos.

Denúncias

Segundo informações do portal G1, na última terça-feira, 2, Emilly Fernandes procurou a Polícia Civil informando a atitude violenta do homem após o término do casal. Segundo depoimento, a jovem teria criado um perfil fake em uma rede social. Entre os amigos na plataforma, estava um ex da jovem.

Na ocasião, a mulher estava na casa onde o suspeito estava hospedado. Irritado com a atitude, o suspeito teria jogado aparelhos telefônicos na mulher, além de ter puxado o pescoço, braço e de ter jogado a ex-namorada sobre a cama.

Os avós de Thales tentaram cessar a briga e levaram Emilly até o portão. Nesse momento, o suspeito teria a jogado no chão e a arrastado, tentando puxar o relógio que estava no braço dela. A vítima, por sua vez, voltou para a casa. Thales ainda teria ido atrás da mulher pedindo que ela não o denunciasse à Polícia. A jovem, no entanto, procurou a Delegacia de Mulheres e registrou o ocorrido.

 

O Povo

 

Caderno: NACIONAL
Obs.: Os comentários abaixo postados, não refletem as opiniões do Ipu Notícias
Comentários
0 Comentários

0 comentários

Faça seu Comentário

Todos os comentários são lidos e moderados previamente
São publicados aqueles que respeitam as regras abaixo:

- Seu comentário precisa ter relação com o assunto da matéria
- Não serão aceitos comentários difamatórios
- Em hipótese alguma faça propaganda de outros sites ou blogs

OBS.: Comentários dos leitores não refletem as opiniões do IN

2010 - Portal Ipu Notícias . Todos os Direitos Reservado. - Desenvolvido por Fagner Freire